ADEGAMÃE MERLOT 2012 CONQUISTA MEDALHA DE OURO NO BACCHUS 2015

Merlot

 

  • Depois do reconhecimento nacional, com a distinção máxima nos Prémios DiVino, o Merlot colhido em 2012 na AdegaMãe conquista a sua primeira medalha de ouro internacional.

  • Com um preço de 8 euros, este vinho apresenta-se intenso, rico e volumoso, sugerindo a companhia de pratos de caça ou carnes vermelhas.

Lisboa, 26 de Março de 2015

A estratégia assumida pela AdegaMãe, desde a primeira vindima, em 2010, tem passado por contribuir para a afirmação da nova Região de Lisboa como produtora de vinhos de excelência, originais, que espelhem as características únicas da região. A par da aposta nas grandes castas nacionais, a experimentação de algumas das melhores castas internacionais é outra marca do projecto, com a equipa de enologia a procurar novas interpretações, só possíveis graças à mineralidade dos solos, à orografia dos terrenos ou à distinta influência do Clima Atlântico. Os resultados têm sido os melhores e continuam a ser comprovados pelos especialistas: o AdegaMãe Merlot 2012 acaba de ser distinguido pelos críticos especializados com a Medalha de Ouro no Bacchus 2015, um dos mais prestigiados concursos internacionais de vinhos.

Lançado no final de 2014, juntamente com os varietais Petit Verdot e Cabernet Sauvignon, o Merlot colhido em 2012 na AdegaMãe é mais uma interpretação da reputadíssima casta originária de Bordéus, adaptada ao “Terroir” do Oeste. Já este ano, este vinho foi alvo de máximo destaque no concurso Nectar DiVino, sendo considerado o melhor tinto na Categoria Premium, após prova cega entre amostras de 50 produtores de referência portugueses.

“Um dos traços que define a AdegaMãe é, também, esta aposta numa nova interpretação das grandes castas internacionais. O sucesso alcançado com o nosso Merlot da colheita de 2012 enche-nos de orgulho, mas temos igualmente excelentes resultados na experimentação de outras castas. Vamos continuar este caminho, que nos diferencia e nos está a dar excelentes resultados. Estamos muito optimistas para o futuro”, conclui o enólogo Diogo Lopes.

O Merlot AdegaMãe 2012 é um vinho intenso, rico e volumoso, com notas típicas de pimentão, alguma fruta vermelha e a complexidade que resulta de um estágio de dez meses em barrica. Na mesa sugere uma combinação com pratos de caça ou carnes vermelhas.

AdegaMãe Merlot 2012 // Notas de prova

Cor ruby profunda. Aroma marcado pelas notas de pimentão, ameixa e cravinho. Encorpado, com taninos gulosos e final muito persistente.

PVP: 8 euros

 

Sobre a AdegaMãe

A AdegaMãe nasce do investimento do Grupo Riberalves numa nova área de negócio e surge como uma homenagem da família Alves à sua matriarca, Manuela Alves. O conceito de “Mãe” é a inspiração para um espaço de nascimento, de criação, no qual se pretende potenciar as melhores uvas e fazer nascer os melhores vinhos. Localizada no Concelho de Torres e vocacionada para a produção de vinhos com características muito próprias, graças à proximidade do mar e influência do Clima Atlântico, a AdegaMãe é, igualmente, uma referência para o enoturismo da Região de Lisboa, destacando-se pela arquitectura exclusiva e por todas as actividades desenvolvidas em torno da vinha e do vinho. Sendo uma empresa do Grupo Riberalves, a marca Dory (inspirada nos Dóris, embarcações antigamente utilizadas pelos portugueses na pesca do bacalhau) representa a principal gama de vinhos comercializados. A exportação assume 60 por cento do volume de vendas.