RENAULT GRAND SCÉNIC: VIAJANTE DE ELEIÇÃO

Símbolo da democratização das viagens em “classe executiva”, o Renault Grand Scénic tem beneficiado de constantes evoluções, que têm contribuído para que a família Scénic mantenha o estatuto de monovolume preferido dos europeus. E com a chegada do Verão, há um novo Grand Scénic, mais sedutor, mais moderno, ainda mais distinto e a “culpa” é da dianteira, que herda a nova identidade de design da Renault. Também natural destaque para o excelente nível de equipamento – R-Link, Visio System, câmara de marcha atrás, sistema de som Bose®… – e para a gama de motores, composta pelo económico e comprovado dCi 110 e, claro, o 1.6 dCi 130, o bloco mais tecnológico, mais económico e com melhores desempenhos do segmento. Com sete lugares individuais, o novo Grand Scénic é comercializado a partir de 28.900€.

A história remonta a 2003, quando foi lançado com a segunda geração do modelo, mas, ao longo desta última década, não há dúvida que o Grand Scénic soube evoluir em espaço, em conforto, em modernidade, em tecnologia e até em economia. Hoje, este modelo é a opção lógica e natural de uma imensa minoria que continua a privilegiar a habitabilidade e o conforto no sentido mais amplo das expressões. E se, quando chegou ao mercado, o Grand Scénic se distinguiu por ter democratizado as viagens em classe executiva, hoje é, para além disso, um símbolo de distinção, de prestígio…

E a imagem de prestígio é evidente desde logo no contacto exterior… Apesar das dimensões, as linhas do Grand Scénic são harmoniosas, com a nova frente, a receber a mais recente identidade de design da Renault. Nesse sentido, destaque para a nova grelha, com o símbolo Renault de maiores dimensões colocado em posição central e para os faróis LED que, enquadrados por cromados, reforçam a imagem dinâmica.

Uma vez no interior, percebe-se que a expressão “viagens em classe executiva” não pode ser classificada como hipérbole. A sensação de conforto, requinte, qualidade e espaço é imediata. Os sete lugares individuais são complementados por um nível de equipamento de excepção, difícil de rivalizar até mesmo por propostas de segmentos superiores.

Exemplo disso mesmo, o incontornável sistema de som Bose Edition (com entrada USB), o exclusivo “Visio System” (um forte aliado em matéria de segurança, mas também de conforto, já que emite um sinal sonoro sempre que o automóvel se desvia da faixa sem que o “pisca” seja accionado e, em condução nocturna, controla automaticamente os faróis médios e máximos), o painel de instrumentos digital com ecrã colorido multifunções com tecnologia TFT, o sistema de auxílio ao estacionamento com câmara traseira, o ar condicionado automático com regulação «bi-zona», o sistema de ajuda ao arranque em subida, entre outros equipamentos.

Um destaque especial para a presença, em opção, do inovador tablet multimédia integrado Renault R-Link, que assegura, verdadeiramente, a ligação entre o automóvel e o mundo exterior (ver comunicado em separado sobre o R-Link).

Ou seja, com o Renault Grand Scénic, o risco de nos tornarmos viajantes compulsivos é elevado e o mais natural é que essa tendência não seja um exclusivo de quem o conduz. Afinal, também os passageiros beneficiam de várias características diferenciadoras em termos de conforto: o maior espaço para os joelhos e da melhor habitabilidade na terceira fila de bancos do segmento, vários locais para arrumos (num total de 92 litros) e modularidade, ou não fosse esta uma das características que sempre marcaram a gama de monovolumes da Renault.

Desempenho e sobriedade com a gama de motores « Energy »

A nova gama de motorizações Energy alia o prazer de condução e sobriedade através de tecnologias inovadoras – algumas delas obtidas directamente da Fórmula 1 – entre as quais o sistema Stop & Start e a recuperação de energia na desaceleração.

O Energy dCi 130, com 130 cv e 320 Nm, é o motor 1.6 l Diesel mais potente do mercado. Com este bloco, o novo Grand Scénic, é capaz de atingir uma velocidade máxima de 195 km/h e cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 11,1 segundos! Notável para um automóvel desta categoria e segmento de potência. Quanto a consumos, no novo Grande Scénic, o Energy dCi 130 afixa um consumo de 4.4 l / 100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de apenas 114 g / km. Entre as várias tecnologias (raras para este tipo de motorizações) que este motor incorpora, destaque para o sistema Stop & Start, EGR de baixa pressão, Energy Smart Management e Swirl Variável.

Mas o novo Renault Grand Scénic também está disponível com o Energy dCi 110… O motor 1.5 dCi da Renault, amplamente reconhecido pelos seus desempenhos, reduzidos consumos e emissões de CO2, já com o novo pacote tecnológico, oferece ao Grand Scénic um consumo de 4,1l/100 km e um nível recorde de emissões de CO2 limitado às 105g/km. Com 110 cavalos de potência máxima, o binário é de 260 Nm disponíveis às 1.750 rpm.

Tecnologias comprovadas ao serviço da segurança

Em termos de segurança, é de salientar que a gama Scénic e Grand Scénic obteve 5 estrelas EuroNcap. Ou seja, uma segurança activa e passiva ao melhor nível graças às tecnologias mais eficazes, como por exemplo:

– Ignição automática dos faróis e dos limpa-párabrisas,

– Regulador/limitador de velocidade,

– Faróis direccionais bi-xénon com orientação de luzes de cruzamento em curva,

– ABS com repartidor electrónico de travagem, auxílio à travagem de emergência (EBA) de série

– ESC (Electronic Stability Control) com função adicional de controlo de sub-viragem (CSV),

– Sistema Renault de protecção de 3ª geração, incluindo a protecção anti afundamento (duplo pré-tensor, limitador de esforço e airbags adaptativos)

– Duplos sensores de choque lateral e airbags tórax/bacia/abdómen bi-câmara,

– Pontos de fixação Isofix, de 3 pontos, para a colocação de cadeiras de criança nos três lugares da segunda fila .

A qualidade comprovada por 5 anos de garantia contratual

Consciente dos resultados de qualidade/fiabilidade dos seus modelos, a Renault aplica uma garantia contratual de 5 anos ou 150.000 km para toda a sua gama, onde se insere, claro, o novo Renault Grand Scénic.

Deixe uma resposta