Belmonte em festa para uma viagem à descoberta da família de Pedro Álvares Cabral, mas também do Brasil

Natural da Aldeia Histórica de Belmonte, Pedro Álvares Cabral deu novos mundos ao mundo ao descobrir o Brasil, em 1500. Este ano, o Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, que chega a Belmonte a 19 de setembro, celebra esta incontornável figura da História e leva-nos à descoberta da família Cabral. Para recordar a ligação de Belmonte com o Brasil, a festa também promoverá uma degustação de sabores do país sul-americano, pela mão do chef Valdir Lubave, assim como um concerto da Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato, coletivo de músicos portugueses e brasileiros. Devido à pandemia por COVID-19, a participação presencial na festa será limitada, mas com a transmissão por streaming a permitir que todos possam viver e sentir a festa em Belmonte.

O pai de Pedro Álvares Cabral chamava-se Fernão Cabral I e foi o primeiro alcaide-mor do castelo de Belmonte. Em 1446, tornou o castelo a sua residência, fundando o Paço dos Cabrais (como ainda hoje é conhecido). Pedro Álvares Cabral celebrizou o nome de Belmonte em todo o mundo, quando descobriu o Brasil, em 1500, mas a família Cabral já vinha a marcar, há algum tempo, a História daquele lugar.

Por isso, este ano, a festa do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa” na Aldeia Histórica de Belmonte, que decorre a 19 de setembro, celebra não só a incontornável figura de Pedro Álvares Cabral e os Descobrimentos, como também a própria família Cabral. Com o mote “Por Terras de Cabral”, o evento leva-nos numa viagem pela História de Belmonte e até ao Brasil: uma ligação que Pedro Álvares Cabral firmou e que permanece até aos nossos dias.

Várias atividades, ao longo de todo o dia, prometem um novo olhar sobre a família Cabral e momentos para celebrar a ligação de Belmonte, e Portugal, com o Brasil. Haverá, por exemplo, um almoço brasileiro com o chef Valdir Lubave (há muito residente em Belmonte), que dará a provar os melhores sabores do Brasil, e um concerto com a Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato (coletivo de músicos portugueses e brasileiros) que tocará música brasileira no local onde nasceu Pedro Álvares Cabral, ao pôr-do-sol.

Devido à pandemia, a participação no evento será limitada e sujeita a inscrição prévia – mas a festa poderá ser sentida e vivida em todo o mundo, via streaming, nas redes sociais.

A inscrição, que é gratuita, pode ser feita para a totalidade do evento ou apenas para um momento específico, como um concerto ou uma visita guiada – sendo que o limite de participantes dependerá do espaço e da tipologia de cada atividade. Para se inscrever para o programa da festa na Aldeia Histórica de Belmonte é necessário contactar o Posto de Turismo de Belmonte, através do contacto 274 911 488 ou info.serradaestrela@cm-belmonte.com .

Para melhor conhecer a Aldeia Histórica de Belmonte, em pleno clima de festa e animação, a Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, promotora do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, em parceria com o associado Try Portugal, propõem um programa turístico que inclui alojamento em quarto duplo com pequeno-almoço, entrada exclusiva na festa do Ciclo “12 em Rede”, um jantar na Aldeia Histórica de Belmonte e passeio guiado noturno em Belmonte, visita a uma quinta tradicional de fabrico de queijo da serra, com lanche, e seguro. O pacote pode ser consultado neste link:  https://aldeiashistoricasdeportugal.com/pacote/por-terras-de-cabral-na-vila-de-belmonte-try-portugal/ e tem data de limite de reserva até 4 de setembro.

Este evento é promovido pela Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, numa organização do Município de Belmonte, Associações e Agentes económicos locais. Uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).

Participe nesta festa e viva grandes emoções na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo!

Programa do evento e limite de participantes

19 de setembro 

10h00 – Visita teatralizada comentada (30 pessoas)

Figuras históricas ligadas aos Descobrimentos e a Belmonte farão uma viagem pela História da Aldeia Histórica e até ao Brasil. 

Local de encontro: Castelo de Belmonte 

13h00 – Almoço Brasileiro com o chef Valdir Lubave (60 pessoas)

Os melhores sabores do Brasil pela mão deste chef que há muito vive em Belmonte. 

Local: Logradouro Museu dos Descobrimentos

17h00 – Percurso cenográfico – musical (20 pessoas x 3 grupos)

Um novo olhar sobre o património de Belmonte com pausa para momentos musicais com artistas da Terra.

Local de encontro: Museu dos Descobrimentos

19h00 – Concerto Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato (70 pessoas)

Música brasileira é alegria, boa disposição e dança! Um concerto ao pôr-do-sol no local onde nasceu Pedro Alvares Cabral. 

Local: Castelo de Belmonte 

21h30 – Visita teatralizada comentada noturna (30 pessoas)

Figuras históricas ligadas aos Descobrimentos e a Belmonte farão uma viagem pela história da Aldeia Histórica e até ao Brasil ao luar. 

Local de encontro: Castelo de Belmonte 

A festa só acaba em novembro!

O ciclo “12 em rede | Aldeias em Festa 2020” só termina em novembro! Depois de Belmonte, a festa segue para Trancoso, a 25 de setembro; Marialva, a 26 de setembro; Castelo Mendo, a 2 de outubro; Almeida, a 3 de outubro; Piódão, a 4 de outubro; Sortelha, a 17 de outubro; Castelo Novo, a 24 de outubro, Idanha-a-Velha, a 31 de outubro; e Monsanto, a 7 de novembro.

Sobre a Rede das Aldeias Históricas de Portugal

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 singelas aldeias onde apetece perdemo-nos, para nunca mais nos encontrarmos. Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso: as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, são paraísos escondidos que nos levam numa viagem ao tempo de reis e rainhas, épicas e infinitas batalhas que escreveram a História como a conhecemos hoje. Viajar até às Aldeias Históricas de Portugal é, assim, descobrir a História de um país de temerários conquistadores, através das pedras das suas calçadas e das suas frondosas muralhas e castelos, orgulhosa e imponentemente erguidos. É, ainda, a garantia de momentos inesquecíveis de lazer, aventura e descoberta, temperados com os inigualáveis aromas e sabores da região, que compõem a sua típica gastronomia. No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, com cerca de 600 km. 

As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION.

A Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22) é a maior rota europeia para caminhadas com selo Leading Quality Trails – Best of Europe, entregue pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada).