DOURO FILM HARVEST: COMPETIÇÃO ENTRE 4 E 14 DE DEZEMBRO

  • Filmes a concurso nas secções «Wine Films», «Food Films» e «MEO Curtas da Casa»
  • Homenagens a José Rodrigues e Domingos Alves de Sousa

Onze dias, 30 filmes e mais de 30 sessões de cinema (várias contínuas) entre o idílico cenário do Douro e a cidade do Porto. Sim, a vertente competitiva da edição 2014 do Douro Film Harvest (DFH) está prestes a começar. No próximo dia 4 de Dezembro, o filme «Slow Food Story» tem as ‘honras’ de abertura do único festival de cinema no mundo que se realiza, em simultâneo, em mais do que uma região, ambas classificadas como Património Mundial pela UNESCO.

Mas a história do movimento que está a mudar a gastronomia do planeta (liderado pelo incontornável Carlo Petrini), é ‘apenas’ uma das muitas ‘estórias’ do singular programa delineado pela Expanding World, a empresa que organiza e produz o festival que ‘harmoniza’ quatro diferentes expressões culturais: cinema, gastronomia, vinhos e música.

A vila de Santa Marta de Penaguião é o cenário da abertura do Douro Film Harvest. Aliás, entre os dias 4 e 7 de Dezembro, o programa visita, igualmente, o município de Sabrosa. Já a partir do dia 8 e até ao dia 14 de Dezembro, a cidade do Porto passa a ser o cenário do festival. O auditório FNAC (loja Santa Catarina), a Casa das Artes e os Cinemas Cidade do Porto (uma reabertura há muito ansiada) vão ser os palcos das várias sessões.

Uma referência, ainda, para a exposição “Baco” que vai decorrer, entre os dias 9 de Dezembro e 30 de Janeiro de 2015, na Fundação José Rodrigues. Uma exposição com assinatura do famoso escultor e pintor, também ele um dos homenageados pelo Douro Film Harvest, juntamente com a fadista Aldina Duarte, o produtor de vinhos Domingos Alves de Sousa e o realizador americano Oliver Stone.

Um total de 22 filmes vão a concurso naquela que é a sexta edição do festival. Numa edição dedicada à língua castelhana, o papel de curador está reservado ao famoso produtor espanhol Antonio Saura.

A categoria “Food Films” reúne as seguintes películas: «Final Recipe» (com realização de Gina Kim), «Finding Gaston» (Patrícia Perez), «Love and Lemons» (Teresa Fabik), «Slow Food Story» (Stefano Sardo) e «The Food Guide to Love» (Dominic Harari e Teresa Peligri). Cinco filmes que, claro, têm a gastronomia como denominador comum. A avaliação vai ser feita por um júri constituído por Ivone Ribeiro (enóloga), Jorge Coira (realizador), Leonel Vieira (realizador), Mário Augusto (jornalista especialista em cinema) e Pedro Lemos (chef recentemente distinguido com uma estrela Michelin).

Já em relação à categoria “Wine Films” são cinco os filmes a concurso: «Desconstruint el Vi Catala» (com realização de Raúl Deamo), «Harvest» (Paulo Lacoste), «Natural Resistance» (Jonathan Nossiter), «Someone’s Harvest» (Zhang Tao – William) e «Toastmaster» (Eric Boadella). O júri é constituído por Ana Miranda (Directora de Arte no “The Art Institute of New York City), António Marinho (ex-Presidente da antiga entidade Turismo do Douro) e Miguel Guedes (músico e comentador desportivo):

Para além das categorias “Food Films” e “Wine Films”, destaque para o “MEO Curtas da Casa”. Uma competição de curtas-metragens relacionadas com a região do Douro, aberta apenas a realizadores portugueses e a espanhóis, com 12 filmes a concurso. Do “Curtas da Casa” resulta, também, o filme «Encontradouro», uma produção própria do Douro Film Harvest, com realização de Afonso Pimentel e com jovens alunos de Santa Marta de Penaguião como actores.

Fora da competição estão os dois filmes que integram a secção “Harvest Selection” que, este ano, homenageia Oliver Stone. Nesse sentido, destaque para a exibição «The Ultimate Cut» – em estreia na Europa! – e «South of the Border», ambos realizados pelo americano.

Com o patrocínio das marcas Continente, Douro Azul e Caixa de Crédito Agrícola, o Douro Film Harvest realiza-se pelo sexto ano consecutivo e constitui já um nicho único no panorama internacional de cinema, procurando aliar a melhor seleção de filmes, às melhores colheitas de vinhos produzidos na mais antiga região demarcada do mundo. Na ‘curta’ história do festival já passaram nomes como Bo Derek, Sophia Loren, Andie MacDowell, Milos Forman, Kyle Eastwood, Oliver Stone, entre outros.

O bilhete para cada sessão tem um custo de apenas 5 euros – 3€ para +65 anos – podendo ainda ser adquirido um passe para entrada em todas as sessões e iniciativas do festival, pelo valor de 50€. Um passe que, inclusivamente, permite a entrada no evento Essência Gourmet, entre os dias 4 e 14 de Dezembro.

 

Mais informações em www.dourofilmharvest.com

Imagens dos filmes em: https://www.dropbox.com/sh/jv0ng6ytdm6qlb4/AAC4OQ9dToaW6JM5UAwZjlQFa?n=171590579