DOURO FILM MARVEST ENTREGOU PRÉMIOS E ANUNCIOU FESTIVAL IBÉRICO EM 2015

  • Em 2015, o festival arranca em Zamora (Espanha), prossegue no Alto Douro Vinhateiro e volta a terminar na cidade do Porto
  • «Os Meninos do Rio» (MEO Curtas da Casa), «Finding Gaston» (Food Films) e «Someone’s Harvest» (Wine Films) foram os filmes vencedores da 6ª edição do Festival

Quase 80 dias depois da abertura, os últimos 11 de competição, e de um total de 2.726 de minutos de sessões de cinema exibidos, chegou ao fim a 6ª edição do Douro Film Harvest. Um festival único no panorama da ‘sétima arte’ mundial, não apenas por ‘harmonizar’ quatro diferentes expressões culturais – cinema, gastronomia, vinhos e música – mas também por realizar-se, em simultâneo, em diferentes regiões. E se, este ano, foram os municípios do Porto, Santa Marta de Penaguião e Sabrosa os palcos do festival, para 2015 está confirmada uma importante novidade: a iniciativa passa a ter uma dimensão Ibérica!

Sim, o próximo «Duero-Douro Film Harvest» vai começar na cidade espanhola de Zamora, seguindo para algumas localidades do Alto Douro Vinhateiro e terminando, uma vez mais, na cidade do Porto.

O anúncio da dimensão ibérica foi feito por Manuel Vaz (director do «Douro Film Harvest»), na presença de Jose Luis Prieto Calderón (Director de Turismo da região de Zamora), por ocasião da entrega de prémios da 6ª edição do festival. Uma cerimónia que decorreu no magnífico cenário do Salão Árabe do Palácio da Bolsa (no Porto) e que consagrou três filmes.

A secção «MEO Curtas da Casa» foi ganha por «Os Meninos do Rio» do espanhol Javier Macipe. Uma ‘curta’ com a duração de 14 minutos, que retrata a vida das crianças da Ribeira que têm a coragem (e outras não) de saltar da Ponte D. Luís I para o Rio Douro. Nesta secção, uma referência, ainda, para a Menção Honrosa atribuída a «Balança», realizado pelo português Rui Falcão.

Na categoria «Food Films», a vitória foi atribuída a “Finding Gaston”. Um filme com realização de Patrícia Perez que, através da cozinha do chef Gaston Acurio, conta as histórias da riquíssima gastronomia peruana e da sua importância para a mudança e divulgação do país.

Já a secção «Wine Films» foi ganha por «Someone’s Harvest», uma película realizada pelo chinês Zhang Tao, que testemunha o crescimento do vinho produzido na Europa. Uma viagem com passagem por Espanha, França, Itália, Grécia, Áustria e, como não podia deixar de ser, por Portugal e pela região do Douro, em particular.

Dos 30 filmes em cartaz na edição deste ano do Douro Film Harvest, 22 estiveram em competição.

Com organização e produção da Expanding World e o patrocínio das marcas Continente, Douro Azul e Caixa de Crédito Agrícola, o Douro Film Harvest realizou-se pelo sexto ano consecutivo, voltando a aliar a melhor seleção de filmes, às melhores colheitas de vinhos produzidos na mais antiga região demarcada do mundo. Na ‘curta’ história do festival já passaram nomes como Bo Derek, Sophia Loren, Andie MacDowell, Milos Forman, Kyle Eastwood, Oliver Stone, entre outros.

Mais informações em www.dourofilmharvest.com