Federação de Desportos de Inverno de Portugal assina protocolo de colaboração com Estância da Serra Nevada

  • Presidente Pedro Farromba esteve em Espanha para assinar documento que abre novas possibilidades de treino aos atletas nacionais de esqui alpino e snowboard

A Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDI-Portugal) fez-se representar, ontem, em Serra Nevada, Espanha, pelo seu presidente Pedro Farromba, para a assinatura de um protocolo de colaboração com a empresa Cetursa Sierra Nevada SA, entidade gestora da Estância da Serra Nevada, representada por Jesús Ibáñez e Eduardo Valenzuela, com o objetivo de proporcionar aos atletas das seleções nacionais de esqui alpino e snowboard condições de exceção para o treino das suas modalidades.

Com este protocolo abrem-se novas possibilidades de treino aos atletas de elite nacionais, ao mesmo tempo que se fortalecem relações com a entidade gestora de uma infraestrutura desportiva com a qual a Federação de Desportos de Inverno de Portugal já tinha história, conforme explica o Presidente da Direção da FDI Portugal Pedro Farromba:

“Este é mais um passo fundamental para que os nossos atletas possam ter condições de treino numa estância que está localizada muito perto de Portugal e que tem um nível de pistas que nos permite melhorar o desempenho e ser cada vez melhores. Recordo, de resto, que foi aqui que realizámos a nossa primeira prova FIS [Federação Internacional de Esqui] de esqui alpino”

O referido protocolo vigorará até 2022, ano da realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim.

Sobre a Federação de Desportos de Inverno de Portugal

Há registos que apontam para a introdução do esqui em Portugal por volta de 1918. A partir de 1933 começaram a ser organizadas, com caráter regular, as primeiras competições, o que também resultou nas primeiras participações pontuais de atletas portugueses em olimpíadas de inverno.

No entanto, apenas na última década do século XX, mais concretamente a 15 de maio de 1992, é que foi criada uma federação responsável pela regulamentação dos desportos de inverno em Portugal: a Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDI-Portugal). A autoridade nacional em matéria de desportos relacionados com a neve e gelo tutela as seguintes modalidades: Esqui Alpino, Esqui Nórdico, Esqui Freestyle, Snowboard, Curling, Hóquei no Gelo, Bobsleigh, Skeleton e Luge.

Uma organização sem fins lucrativos, dotada de estatuto de utilidade pública desportiva, com sede na Covilhã, que tem como principais objetivos promover, regulamentar e dirigir, a nível nacional, a prática de desportos relacionados com a neve e gelo, nas vertentes formativa, desportiva e cultural. Cabe também à FDI- Portugal representar o seu conjunto de modalidades desportivas, junto das organizações desportivas nacionais e internacionais.