“Festa das Luzes” ilumina Aldeia Histórica de Belmonte em quatro dias plenos de magia e cor

De 27 a 30 de dezembro, a vila e Aldeia Histórica de Belmonte enche-se de luz para receber a última festa do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa 2019”. Um evento que contará com muita música, gastronomia, oficinas e visitas muito especiais, num momento que marca também a celebração do “Hanukkah” e o último fim-de-semana do ano.

Data: 16/12/19

Belmonte vai despedir-se de 2019 com muita alegria e animação. É a “Festa das Luzes”, o último evento do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, promovido pela Rede das Aldeias Históricas de Portugal, que de 27 a 30 de dezembro vai levar música, gastronomia, oficinas e visitas temáticas a Belmonte, celebrando assim a cultura e as tradições daquela vila e Aldeia Histórica, a par com o que será o último fim-de-semana do ano.

“Festa das Luzes” é também “Hanukkah” em hebraico, que assinala a libertação e purificação do Templo de Jerusalém e a revolta contra os selêucidas liderada por Matatias Macabeu e os seus cinco filhos, conforme está descrito no Antigo Testamento: “Após a libertação do Templo, verificou-se que só havia azeite suficiente para manter a chama eterna acesa por mais um dia. Contudo, a chama ardeu durante oito dias, o tempo necessário para se fazer e consagrar mais azeite para o Templo”.

Assim, tendo Belmonte acolhido uma das maiores comunidades de judeus sefarditas de Portugal, o Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, que durante o ano tem vindo a dar destaque aos costumes das Aldeias Históricas de Portugal, não podia deixar de se aliar à celebração do “Hanukkah” naquela vila e Aldeia Histórica.

Visitas temáticas, música, workshops, gastronomia e mostras de produtos regionais são “só” algumas das atividades que vão ser desenvolvidas. Um extenso e diversificado programa para todas as idades, com entrada gratuita.

A “Festa das Luzes” é um evento que envolve toda a comunidade na preparação de quatro dias muito especiais: nos museus de Belmonte pode encontrar pulseiras realizadas pela Academia Sénior de Belmonte e Centro Escolar de Belmonte, alusivas ao evento; no Museu Judaico de Belmonte, Sinagoga Beit Eliahu, Belmonte Sinai Hotel, e Loja Casa da Judiaria pode ver a Exposição “Judaísmo e Arte: Histórias da Sala de Aula”, com trabalhos inspirados no Museu Judaico de Belmonte e interrelacionados com algumas obras do pintor judeu Marc Chagall, que resultam de um encontro entre a Empresa Municipal de Belmonte – Serviço Educativo e os alunos do 6.º B da Escola Secundária Pedro Álvares Cabral, no âmbito da disciplina de EV-ET.

Para os visitantes, a “Festa das Luzes” é também uma oportunidade única para conhecer a Aldeia Histórica de Belmonte em todo o seu esplendor, assim como as origens e tradições.

Em suma, quatro dias inesquecíveis em Belmonte, para se despedir de 2019 em clima de festa e alegria!

Para mais informações, contactar o Município de Belmonte, através do e-mail cultura@cm-belmonte.pt.

Este evento é promovido pela Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, numa organização do Município de Belmonte. Uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Sobre a Rede das Aldeias Históricas de Portugal:

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 singelas aldeias onde apetece perdermo-nos, para nunca mais nos encontrarmos. Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso: as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, são paraísos escondidos que nos levam numa viagem ao tempo de reis e rainhas, épicas e infinitas batalhas que escreveram a História como a conhecemos hoje. Viajar até às Aldeias Históricas de Portugal é, assim, descobrir a História de um país de temerários conquistadores, através das pedras das suas calçadas e das suas frondosas muralhas e castelos, orgulhosa e imponentemente erguidos. É, ainda, a garantia de momentos inesquecíveis de lazer, aventura e descoberta, temperados com os inigualáveis aromas e sabores da região, que compõem a sua típica gastronomia. No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, com cerca de 600 km.

As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION.