Festival ART&TUR leva a Viseu 72 dos melhores filmes de turismo que se produzem no mundo

13.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Turismo vai realizar-se em Viseu, de 20 a 23 de outubro.

Data: 2 de outubro de 2020

Turismo Centro de Portugal, a Câmara Municipal de Viseu e o Centro Portugal Film Commission apresentaram hoje, em conferência de imprensa, os principais destaques da edição de 2020 do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, que se vai realizar de 20 a 23 de outubro, em Viseu.

Já na sua 13.ª edição, o Festival ART&TUR é um evento ímpar no panorama nacional e internacional dos festivais de cinema, com um prestígio e notoriedade que crescem de ano para ano.

A concurso estarão filmes de turismo provenientes de todo o mundo. Trata-se assim de um grande evento de promoção turística audiovisual, que tem como missão apoiar o marketing de destinos e de produtos turísticos. Devido à sua integração no Comité Internacional dos Festivais de Cinema de Turismo (CIFFT), o ART&TUR é uma das etapas do circuito internacional de festivais em que se elege, anualmente, os dez melhores filmes de turismo feitos em todo o mundo.

A conferência de imprensa, que teve lugar no Teatro Viriato, em Viseu, contou com a presença de Francisco Dias, Diretor do Festival ART&TUR; António Almeida Henriques, Presidente da CM de Viseu e anfitrião do ART&TUR 2020; José Ribau Esteves, Presidente da CM de Aveiro e anfitrião do ART&TUR 2021; Jorge Sobrado, Vereador da CM Viseu; e Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal.

Na ocasião, Francisco Dias salientou o crescente sucesso do Art&Tur, festival que, recorde-se, no ano passado decorreu em Torres Vedras, no anterior em Leiria e que em 2021 rumará a Aveiro. “É um festival que promove a cidade e a região onde se realiza anualmente, ao mesmo que promove a criatvidade dos filmes a concurso”, disse.

Jorge Sobrado destacou “a ambição de se fazer em Viseu a melhor edição de sempre do Art&Tur”. “Para tal, quisemos abrir o festival às pessoas, trazê-las para dentro do festival”, explicou, frisando que, para tal, estão asseguradas todas as medidas de segurança em vigor.

Pedro Machado, por sua vez, realçou a preocupação do fesival com a sustentabilidade, “que vem ao encontro das preocupações dos viajantes”. Além disso, recordou, “51 por cento dos turistas atuais revelaram, num inquérito, estar dispostos a alterar o seu destino para cidades menos massificadas, como Viseu. Faz cada vez mais sentido estes festivais e outros eventos serem realizados nestes destinos. Queremos fazer desta uma grande edição do Art&Tur e afirmar cada vez mais o Centro de Portugal no contexto internacional”.

José Ribau Esteves considerou, falando já da próxima edição, que “Aveiro quer ser um bom herdeiro de Viseu e dar seguimento a esta excelente ideia que é o festival Art&Tur” “Trabalheremos todos juntos para termos um grande festival, pois quando somamos ficamos mais capazes”, disse. 

A terminar, o anfitrião Almeida Henriques sublinhou ser “um privilégio suceder a Torres Vedras na organização do festival e passar o testemunho a Aveiro”. “Éa prova de que existe um país que vai além de Lisboa e Porto” e que “a cultura e o turismo combinam muito bem, sendo o Art&Tur um momento alto desta ligação”.

72 filmes em exibição durante quatro dias
Este ano, o júri internacional do Festival é presidido pelo cineasta António-Pedro de Vasconcelos e integra 31 profissionais reputados de 19 países.

Durante os quatro dias do Festival, serão exibidos os 72 filmes que compõem a short list de filmes distinguidos pelo júri, escolhidos entre os 295 filmes que cocorreram. O programa completo do evento pode ser consultado em https://tourfilm-festival.com/programa.

O primeiro dia é dedicado aos filmes integrados na competição nacional, sendo os dias 21 e 22 destinados aos filmes da competição internacional. No dia 23, terá lugar a Cerimónia de Prémios, sendo de manhã apresentados os Prémios da Competição Internacional e, à tarde, os prémios da Competição Nacional.

Todos os filmes da short list do Art&Tur 2020 podem ser vistos no site do Festival, em https://tourfilm-festival.com, já a partir do dia 6 de outubro, quando terá início a votação do público. Esta votação decorrerá durante duas semanas, atá ao dia de abertura do Festival, a 20 de outubro.

Conferência internacional decorre em simultâneo
Durante o Festival, as exibições dos filmes serão intercaladas com sessões de uma conferência internacional sobre marketing turístico e marcas de destino, numa iniciativa do Festival Art&Tur. Nesta conferência destacam-se oito temas relevantes, designadamente:

– A inovação e resiliência do setor do Turismo face à atual pandemia de Covid-19. Pedro Machado, presidente Turismo Centro de Portugal, e Jorge Sobrado, vereador da Câmara Municipal de Viseu, abordam a gestão de destinos turísticos em contexto de crise.

– O turismo criativo como forma de valorizar os recursos endógenos do interior de Portugal. Uma equipa liderada pela professora Nancy Duxbury, da Universidade de Coimbra, apresentará o projeto Creatour, considerado um modelo de referência em Portugal.

– Estudos recentes sobre a imagem e perceção dos destinos turísticos pelos turistas portugueses. Investigadores dos politécnicos de Viseu e Leiria e da Universidade de Coimbra apresentam os resultados de dois estudos sobre a atratividade de destinos nacionais e internacionais para os turistas portugueses.

– O papel das emoções nas experiências dos turistas. Este tema será objeto de duas palestras complementares: a primeira, pelo professor Carlos Peixeira Marques, da UTAD, aborda a relação entre emoções e memória – saudades, vivências e lembranças; a segunda, por um grupo de investigadores do CITUR-Leiria, apresenta uma nova abordagem experimental do papel das emoções na experiência turística, através de dispositivos usados no neuro-marketing: o interface cérebro-computador.

– Uma reflexão magistral sobre a relação entre Filosofia, Audiovisual, Cultura e Património, pelo produtor cultural italiano Aldo di Russo e por Enrico Panaï, presidente da Euro-Asia Tourism Studies Association.

– Finalmente, duas palestras em que intervêm seis bloggers de viagens portugueses, fundadores da Associação Portuguesa de Bloggers de Viagens. A primeira, mais de natureza concetual, aborda a influência dos bloggers de viagem na escolha do destino, com intervenções de Catarina Leonardo, autora do blog “Wandering Life”, Marlene Marques, autora do blog “Marlene on the Move”, e Raquel Morgado, autora do blog “365 dias no mundo”; a segunda é de natureza mais intimista e consiste na partilha de experiências de bloggers de viagem por parte de três bloggers Portugueses: Filipe Morato Gomes, autor do blog “Alma de Viajante”, Rui Barbosa Batista, autor do blog “Bornfreee”, e Ruthia Portelinha, autora do blog “O Berço do Mundo”.

Programa Cultural é aposta forte
Em paralelo ao Festival, mas integrado nele, terá lugar uma forte programação cultural na cidade de Viseu, destacando-se uma visita guiada à cidade, concertos da Orquestra Filarmónica Portuguesa e Orquestra Filarmónica das Beiras, assim como atuações de Moullinex e da fadista Mara Pedro.

Sobre o Turismo Centro de Portugal:
O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias.