Fim de semana da Páscoa atrai milhares de turistas ao Centro de Portugal

  • Inquérito conduzido pelo Turismo Centro de Portugal revela taxa de ocupação elevadíssima nas unidades da região. Dezenas de espaços vão estar esgotados.

Este fim de semana de Páscoa vai ser extremamente positivo para a atividade turística no Centro de Portugal. Um inquérito feito às unidades hoteleiras e de turismo rural, conduzido pelo Turismo Centro de Portugal, mostra que as taxas de ocupação estão muito altas, havendo dezenas de espaços completamente lotados.

Os dados, recolhidos até ao dia 28 de março, indicam que, na globalidade do Centro de Portugal, as taxas de ocupação serão de 70% na sexta-feira e 66% no sábado. A procura é particularmente intensa nas sub-regiões da Beira Baixa e da Beira e Serra da Estrela, com taxas de ocupação que rondam, respetivamente, os 90% e os 80%. A esta elevada procura não será alheio o forte nevão que cobriu a Serra da Estrela de branco por estes dias, e que convida à prática de desportos de inverno ou a simples passeios em família para ver a neve.

Mas não é apenas a neve a levar milhares de visitantes ao Centro de Portugal neste fim de semana, uma vez que outras sub-regiões registam elevadas taxas de ocupação. A Região de Coimbra e a Região de Aveiro, por exemplo, registam uma taxa superior a 75% na sexta-feira e a Região Viseu Dão-Lafões aproxima-se dos 70%.

Muito significativo é o fato de, num universo de 220 respostas, o inquérito ter registado 47 empreendimentos já lotados, para sexta-feira e sábado. Sinal de que o Centro de Portugal continua a atrair cada vez mais visitantes, que procuram experiências diferentes e enriquecedoras!

Sobre o Turismo Centro de Portugal:
O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias.

Deixe uma resposta