FOI VOCÊ QUE COMPROU UM MERCEDES-BENZ?

  • Então é possível que o tenha feito na Sociedade Comercial C. Santos, empresa distinguida como “Melhor Concessão Vendas Mercedes-Benz VLP em Portugal”
  • Sociedade Comercial C. Santos fechou o ano de 2014 com um recorde de 2951 viaturas vendidas e facturação de 100 milhões de euros
  • Recentemente, a revista Exame distinguiu a Sociedade Comercial C. Santos com o “Prémio de Melhor Empresa do sector de Comércio de Veículos Automóveis de 2013”.

“Queremos que as pessoas venham ter connosco sem que sintam a obrigação de comprar um automóvel”. Pinho da Costa, administrador, sintetiza, numa frase, a experiência de relação que a Sociedade Comercial C. Santos desenvolve com os potenciais clientes. E é essa mesma experiência, incomum no sector, que faz com que esta empresa, fundada 1946, seja, hoje, o concessionário que mais Mercedes-Benz vende em Portugal. A título de curiosidade, no último mês de Maio, também foi líder de vendas da marca smart. Um resultado que, por tradição, pertence às concessões da Grande Lisboa

A Sociedade Comercial C. Santos fechou 2014 com um recorde de 2951 viaturas vendidas, 1358 das quais ligeiros de passeiros. Daí que o importador oficial da marca tenha distinguido a empresa com o título de “Melhor Concessão Vendas Mercedes-Benz Veículos Ligeiros de Passageiros em Portugal”.

Em 2012, quando o mercado caiu 41%, a crise no sector automóvel deixou marcas. Muitas empresas fecharam, outras desinvestiram ou reajustaram-se. Algumas marcas também se adaptaram, reformularam gamas e entraram em novos segmentos. O Mercedes-Benz Classe A, segundo os números recentes, é hoje o segundo automóvel mais vendido em Portugal. Foi você que comprou um Mercedes-Benz? Então não será de estranhar que o tenha feito através da Sociedade Comercial C. Santos, um concessionário que está a colher os louros da estratégia adoptada na fase de crise: investir na relação com o cliente e diversificar a área de negócio, à procura de um portfólio completo (vendas + assistência + rent-a-car + usados).

Vamos por partes

Marketing: a relação com o cliente

Fim-de-semana. A Sociedade Comercial C. Santos convida os melhores clientes para uma experiência de aventura na Serra da Estrela. O objectivo é dar a conhecer um novo modelo off-road, numa experiência turística e automóvel que é única. O cliente está no centro das atenções e o investimento em Marketing privilegia-o. Outro exemplo: é apresentado um novo modelo, estão presentes 1500 convidados num espectáculo em que o ilusionista Mário Daniel faz aparecer em palco o automóvel mais recente. Num evento, a Sociedade Comercial C. Santos já chegou a vender 169 viaturas. Parcerias com figuras públicas (Mário Daniel, Nilton, Pedro Abrunhosa, Rui Paula, Cuca Roseta, Rui Massena) e activação de marca inovadora, numa aposta que substitui a tradicional relação entre vendedor e cliente, são pilares na estratégia da empresa.

Capacidade de resposta: o maior armazém de peças ibérico

Nem só de vendas de automóveis se faz a actividade da Sociedade Comercial C. Santos. Num volume de negócios que ronda os 100 milhões de euros, 27% do negócio diz respeito a peças e assistência. Para ter a melhor capacidade de resposta, a empresa investiu na construção do maior armazém de peças Ibérico, com 23 mil referências distintas em stock, no valor de 2,3 milhões de euros. Precisa de uma peça para o seu Mercedes-Benz? Esteja onde estiver no país, não é de estranhar que essa peça lhe chegue através da Sociedade Comercial C. Santos. Também graças a esta valência, a empresa está entre o Top 3 de eficácia no serviço pós-venda em Portugal – 26.070 assistências pós-venda, só em 2014.

O circuito completo: rent-a-car e usados

No momento da crise, quando a palavra de ordem foi desinvestimento, a Sociedade Comercial C. Santos procurou alternativas e iniciou a diversificação do negócio. Não houve qualquer despedimento colectivo, optimizaram-se recursos e definiram-se novos objectivos, como o rent-a-car. Com a marca Rent a Star, a Sociedade Comercial C. Santos posiciona-se num mercado vocacionado para o turismo de excelência e prepara-se para terminar o ano já com perto de 750 viaturas em parque. Mas o negócio não fica por aqui e, ao mesmo tempo, o circuito é completo com a venda de usados. Graças ao investimento numa plataforma online, a empresa garante uma presença verdadeiramente nacional, capaz de gerar vendas que valem 17% da facturação total. A mais recente área de negócio são os seguros.

Sediada na Maia (Porto), junto ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, a Sociedade Comercial C. Santos integra 260 colaboradores e prepara, a curto prazo, um plano de alargamento das suas instalações em mais 9.000 metros quadrados, para 40.000 metros de área, onde está integrado todo negócio de vendas, parque de viaturas e prestação de serviços. A distinção recente, de “Melhor Concessão Vendas Mercedes-Benz Veículos Ligeiros de Passageiros em Portugal”, sucede ao Prémio Exame de “Melhor Empresa do Sector de Comércio de Veículos Automóveis de 2013”. Uma distinção inédita, e surpreendente, na medida em que o pódio costuma ser dominado por importadores.

No primeiro trimestre de 2015, a Sociedade Comercial C. Santos continua a apresentar sinais de crescimento, com 769 viaturas vendidas e uma facturação a rondar os 25 milhões de euros.