Gama Dacia Bi-Fuel: A opção amiga da carteira!

Numa época marcada pela ascensão dos motores a gasolina, há uma alternativa que tem argumentos para conquistar todos aqueles para os quais o custo de utilização é decisivo na compra de um automóvel: o Bi-Fuel. Uma solução que, em custos de utilização, permite uma poupança de cerca de 50% em relação a um gasolina. E aí quem reina é a Dacia! Em 2018, 67% dos automóveis a GPL vendidos em Portugal foram da marca. Uma tecnologia que passa a estar disponível nos cinco modelos comercializados em Portugal: Sandero, Logan MCV, Dokker, Lodgy e Duster. A gama Dacia Bi-Fuel é, portanto, um verdadeiro símbolo da Dacia: uma escolha inteligente! É que a cada 20.000 mil quilómetros, a poupança em qualquer um dos modelos é na ordem dos 900€.

Não há razões objetivas para que o Bi-Fuel não seja um caso de sucesso: em segurança e fiabilidade, a tecnologia está mais do que comprovada; o discriminatório dístico GPL azul há muito que deixou de ser obrigatório; já é permitido o acesso aos parques de estacionamento subterrâneos; há 370 postos de abastecimento espalhados pelo território Continental; enquanto 100% da Rede de Concessionários Dacia tem pelo menos um técnico certificado para qualquer intervenção de manutenção ou reparação. Para além de tudo isso, há, claro, os imbatíveis custos de utilização, com poupanças de quase 50% em relação a um motor a gasolina e de 15% na comparação com um a diesel.

Para além do argumento da frieza dos números, é evidente que os estigmas, o ceticismo e as discriminações, definitivamente, fazem parte do passado. Ou seja, a tecnologia Bi-Fuel tem tudo para ser a opção de um cada vez maior número de portugueses. Em 2018, o mercado valeu cerca de 1.900 unidades, 67% das quais da Dacia!

E também nesse subsegmento em particular, a gama Dacia é uma das mais atrativas. Para além dos preços imbatíveis, cada um dos modelos reúne as características que têm feito a história de sucesso da marca: robustez, fiabilidade, sentido prático, agradáveis linhas exteriores, interiores espaçosos e surpreendentes níveis de equipamentos.

A gama Bi-Fuel da Dacia assenta em cinco modelos: Sandero (versão Stepway incluída), Logan MCV (também na versão Stepway), Dokker (versão Stepway incluída), Lodgy (também na versão Stepway) e Duster. Todos diferentes, mas com uma característica que o distingue dos demais: são movidos por dois combustíveis – gasolina e GPL. Ou seja, têm, também, dois depósitos distintos, que asseguram autonomias superiores a 1.000 quilómetros. Mas apesar desta particularidade, sublinhe-se que todos os modelos Dacia Bi-Fuel dispõem exatamente do mesmo espaço para bagagens que as “tradicionais” versões a gasolina ou diesel, uma vez que o depósito GPL está montado na zona do pneu sobressalente.

O comprovado motor TCe 90, equipado com dois sistemas de injeção, está disponível nos modelos Sandero, Sandero Stepway e Logan MCV. Já o Dokker, o Lodgy e o Duster são associados ao motor 1.6 SCe. Os dois primeiros com 110 cavalos e o SUV da Dacia numa versão com mais cinco cavalos de potência.

Tal como acontece nas clássicas versões a gasolina e a diesel, os modelos Dacia Bi-Fuel são uma compra inteligente pelo preço de aquisição – estão entre as mais acessíveis propostas do mercado – mas também pelos reduzidos custos de utilização e são os números que o comprovam: 1 litro de GPL custa cerca de 0.7€, 1 litro de Gasolina de 95 octanas tem um preço superior a 1.5€ e 1 litro de gasóleo simples ronda os cerca de 1.4€.

Mas apesar de, em condições reais de utilização, qualquer versão Bi-Fuel reivindicar consumos superiores aos equivalentes a gasolina e a diesel, a verdade é que as contas dão (e muito) que pensar. Em apenas 100 quilómetros, a poupança em relação a um automóvel a gasolina cifra-se em mais de quatro euros. Ou seja, quem fizer um pouco mais de 30 quilómetros por dia (1.000 quilómetros por mês), a poupança no final do mês, independentemente do modelo, é sempre superior aos 40€. Isto em relação a uma versão a gasolina, porque mesmo em relação a uma versão a diesel, há lugar a uma poupança na ordem dos 10€.

Com uma projeção mais alargada, os números são, necessariamente, mais impressionantes: ao fim de 10.000 quilómetros, um Sandero Bi-Fuel representa uma poupança de cerca de 450€ em relação a um modelo equivalente a gasolina – e de bem mais de 300€ nos restantes modelos. Ao fim de 20.000 quilómetros, que corresponde à quilometragem média realizada anualmente em Portugal, a poupança (dependente do modelo) varia entre os cerca de 800 e 900 euros.

Ainda nas contas, não deixe de ter em conta que um modelo Dacia Bi-Fuel custa pouco mais que a versão equivalente a gasolina e, saliente-se, sem o discriminatório dístico azul no portão traseiro ou as limitações de estacionamento em parques fechados ou subterrâneos.

Mas para os céticos em relação ao uso de viaturas GPL ficam também as seguintes ressalvas: em termos de segurança, destaque para o facto do depósito de GPL ser produzido em aço super-resistente com seis vezes mais espessura que um depósito tradicional; o GPL contribuir para uma maior fiabilidade do motor, na medida em que a sua combustão conserva mais o óleo lubrificante; o GPL reduzir as vibrações do motor, o que contribui para um melhor conforto de utilização e, por último; como o GPL não contém benzeno nem enxofre, é muito mais amigo do ambiente, representando uma poupança na ordem dos 13 por cento em emissões de CO2.

No interior, a única coisa que distingue os Dacia Sandero, Logan MCV, Dokker, Lodgy e Duster Bi-Fuel das versões a gasolina ou a diesel é o botão que permite optar, a qualquer instante, pela gasolina ou pelo GPL.

Com 370 posto de abastecimento GPL espalhados pelo território Continental, a gama Dacia Bi-Fuel assume-se, assim, como uma compra inteligente. O Dacia Sandero TCe 90 Bi-Fuel está disponível por 11.877€ (Versão Stepway 14.004€), o Logan MCV TCe 90 Bi-Fuel por 12.896€ (versão Stepway 15.401€), o Dokker SCe 110 Bi-Fuel por 15.965€ (versão Stepway 18.165€), o Lodgy SCe Bi-Fuel por 17.349€ (versão Stepway 19.580€) e o Duster SCe 115 por 18.110€.

Certeza da fiabilidade: 3 anos/100.000 km de garantia

A gama Dacia Bi-Fuel beneficia, tal como os restantes modelos da marca de 3 anos/100.000 km de garantia contratual. Este é mais um elemento que atesta a robustez e fiabilidade da marca, o que aliás tem vindo a ser demonstrado por estudos independentes realizados, até por associações de consumidores, em toda a Europa.

Mais informações sobre a tecnologia Bi-Fuel da Dacia em http://gpl.dacia.pt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *