“Livros de fotografia e narrativas”: Instituto Português de Fotografia promove inédita sessão com o fotógrafo italiano Walter Costa

“Livros de fotografia e narrativas”. O mote da inédita conferência que o Instituto Português de Fotografia vai promover nas suas instalações de Lisboa, na próxima segunda-feira (dia 3 de abril), às 19h00. Com a participação do prestigiado fotógrafo italiano Walter Costa, a iniciativa é vocacionada para fotógrafos, designers e artistas visuais, sejam estudantes ou profissionais, ou simples entusiastas da fotografia. A entrada é livre.

Os livros de fotografia são um lugar da fotografia. As possibilidades que este suporte abre à construção de histórias visuais serão discutidas a partir de casos de estudo. Uma introdução às práticas e aos processos que transformam um projeto fotográfico num mundo encerrado entre as páginas.

O italiano Walter Costa é o convidado de honra do Instituto Português de Fotografia para a discussão da temática. Editor independente e prestigiado fotógrafo, nos últimos anos adotou a cidade brasileira de São Paulo como residência. Também tem dedicado a sua atividade à pesquisa e ao ensino da edição e das narrativas visuais, bem como ao estudo dos hibridismos narrativos entre fotografia e outras linguagens. A partir desta pesquisa criou o projeto The Rising Card. Um baralho de cartas com dicas e exercícios para ajudar autores e editores a editar os seus projetos. É fundador do grupo de discussão sobre livros de fotografia TRAMA, que desde 2014 organiza eventos e workshops. É coordenador do grupo de estudos LOMBADA-Laboratório de Fotolivros em São Paulo. Organiza cursos e conferências em diferentes instituições e eventos na América Latina e na Europa, participando, também, como jurado em vários prémios de livros de fotografia.

Um percurso que, por si só, torna obrigatória a presença na conferência promovida pelo Instituto Português de Fotografia. Sob o mote “Livros de fotografia e narrativas”, uma sessão única que vai realizar-se na próxima segunda-feira (dia 3 de abril), pelas 19h00, nas instalações de Lisboa do instituto, localizadas na Rua da Ilha Terceira, 31A. A entrada é livre.

Com quase meio século de atividade, o Instituto Português de Fotografia é reconhecido pela excelência do ensino na área da fotografia, mas também pelos programas que desenvolve em termos culturais, de que a conferência com Walter Costa é disso exemplo.

 

Sobre o Instituto Português de Fotografia

Com 49 anos de experiência na formação em fotografia, o Instituto Português de Fotografia (IPF) é a mais antiga e prestigiada instituição dedicada à área em Portugal. Quase meio século de ensino de excelência, mas também de promoção dos seus formandos. O IPF é a solução para quem aspira ser profissional da fotografia, ou o recurso para os muitos amantes da fotografia que desejam evoluir ou simplesmente potenciar o equipamento de que dispõe, seja uma câmera fotográfica ou um smartphone. Uma ampla oferta formativa, inclusivamente para os mais novos – há formações orientadas para crianças a partir dos seis anos de idade!

Com sede em Lisboa e instalações na cidade do Porto, o IPF é reconhecido pelo Instituto Português da Qualidade (IPQ) como Organismo de Normalização Sectorial para a Fotografia em Portugal, tendo também assento como membro permanente na ISO, representando Portugal, no seu comité de fotografia. Na sua história também já organizou inúmeras ações de formação por todo o país – ilhas incluídas.