Mês de setembro voltou a ser positivo para a atividade turística no Centro de Portugal

• Resultados do INE referentes aos primeiros nove meses do ano mostram crescimento significativo nos principais indicadores.

Data: 15/11/2019

O mês de setembro voltou a ser positivo para a atividade turística no Centro de Portugal. Os resultados preliminares, publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), mostram uma subida generalizada da região nos primeiros nove meses do ano, face ao mesmo período de 2018.

Analisando os dados acumulados do INE no período entre janeiro e setembro de 2019, o Centro de Portugal apresenta uma subida de 4,4% no total de dormidas nos alojamentos turísticos, em comparação com janeiro-setembro de 2018. Esta subida supera o crescimento médio nacional, que foi de 3,9%. De realçar que, nestes nove meses, as dormidas de residentes nacionais aumentaram 5,9%, enquanto as dormidas de não residentes cresceram 2,7%.

Os bons resultados nas dormidas têm, naturalmente, reflexo positivo nas receitas. Se analisarmos os meses de janeiro a julho, há um crescimento de 6,5% nos proveitos totais da atividade turística no Centro de Portugal, que totalizaram até ao momento 278,5 milhões de euros.

Mês de setembro com subidas em todos os indicadores

Analisando apenas o mês de setembro, em comparação com setembro de 2018, verifica-se que houve um aumento de 2,1% no total de dormidas nos alojamentos turísticos. Em valores absolutos, registaram-se 779 mil dormidas em setembro no Centro de Portugal, mais 16 mil do que no mesmo mês do ano anterior.

No período em análise, as dormidas de não residentes no Centro de Portugal subiram 2,2%, para 383,4 mil. Já as dormidas de cidadãos nacionais no Centro totalizaram 396 mil – uma subida de 2,1%.

Relativamente às receitas, entre setembro de 2018 e setembro de 2019, há a registar um forte crescimento de 4,9% nos proveitos totais, que se cifraram nos 39,8 milhões de euros.

No indicador do número de hóspedes no Centro de Portugal, estes totalizaram 447.489 em setembro. Uma variação de 1,9% relativamente a setembro do ano passado.

Este crescimento, notório em todos os indicadores, deixa antever que o ano de 2019 vai ser o melhor de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal, nos principais indicadores analisados pelo INE.

Sobre o Turismo Centro de Portugal:

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias.