MIGUEL FAÍSCA APOSTA NUMA BOA RECUPERAÇÃO NAS 4 HORAS DO ESTORIL

O Ligier-Nissan de Miguel Faísca parte da segunda metade da grelha de partida para as 4 Horas do Estoril, a derradeira prova do calendário do European Le Mans Series (ELMS). O 13º tempo, da categoria LMP3, obtido na qualificação, traduz as dificuldades sentidas pela equipa Eurointernational na afinação do protótipo. Mas para a corrida de amanhã (domingo), o único português a participar na corrida “rainha” do fim-de-semana está esperançado numa boa recuperação.

Depois da brilhante estreia na edição de há dois anos das 4 Horas do Estoril, “o regresso não está a ser fácil”, admite Miguel Faísca. “A equipa está a sentir dificuldades em conseguir uma boa afinação para o Ligier-Nissan. É claro que as condições atmosféricas instáveis que se registaram hoje (sábado) não ajudaram, mas a verdade é que os dois carros da equipa nunca conseguiram rodar entre os mais rápidos”.

Na qualificação, o Ligier-Nissan com o número 12 estabeleceu o 13º melhor tempo, através de Rik Breukers. O holandês que, juntamente com o italiano Andrea Dromedari, faz equipa com Miguel Faísca.

O piloto nacional assume que “o objetivo para a corrida de amanhã (domingo) passa por efetuar uma boa recuperação. A equipa está, inclusivamente, a avaliar se há algum problema com o diferencial do carro. Por isso, tenho a expetativa que tudo se resolva e amanhã possamos subir alguns lugares na classificação”.

Nas duas sessões de treinos livres que disputou, “num total de quase 30 voltas”, Miguel Faísca admite que “nunca me senti confiante no carro. Mas tanto os meus colegas, como os pilotos do outro carro da equipa sentiram exatamente o mesmo. Por isso, resta-nos trabalhar em conjunto para encontrarmos uma solução de afinação que nos permita ser mais competitivos”.

As 4 Horas do Estoril têm partida marcada para as 13h30 de amanhã (domingo). “Estou determinado em dar o meu melhor. Praticamente não senti a falta de ritmo e isso deixou-me muito satisfeito. Sei que estou a ser rápido e que estou a ser competitivo face às circunstâncias. Aliás, no segundo treino livre fui o piloto mais rápido dos dois carros. Por isso, vamos procurar resolver os problemas, de modo a podermos sair do Estoril com um bom resultado”.

Para além do regresso de Miguel Faísca, a derradeira prova do European Le Mans Series vai decidir o título da competição. Com mais de 90 por cento dos protótipos da categoria mais competitiva (LMP2) equipados com motores Nismo VK45DE (um V8 de 4.494cc de cilindrada, com mais de 450 cavalos de potência, que equipa o Nissan GT-R do campeonato Super GT), não se estranha que as três equipas posicionadas para chegar ao cetro confiem nos… motores Nissan!

###

Sobre a Nissan na Europa

A Nissan tem uma das presenças mais abrangentes na Europa entre todos os fabricantes de raiz não europeia, empregando mais de 17.000 pessoas distribuídas pelas operações de conceção, pesquisa e desenvolvimento, produção, logística, vendas e marketing. Em 2015 as instalações fabris da Nissan no Reino Unido, Espanha e Rússia produziram mais de 635.000 veículos, desde automóveis compactos, a crossovers premiados, SUV’s, veículos comerciais e veículos elétricos; incluindo o Nissan LEAF, o veículo elétrico mais popular do mundo. Com o objetivo de alcançar zero emissões e zero mortes na estrada, a Nissan anunciou recentemente a sua visão de Mobilidade Inteligente. Concebida para orientar o desenvolvimento de produtos e tecnologias da Nissan, esta abordagem de 360 graus ao futuro da mobilidade guiará as decisões da companhia sobre como os automóveis se moverão, como serão conduzidos e como se integrarão na sociedade. A Nissan está posicionada para se tornar a marca asiática mais desejável na Europa.

Sobre a Nissan em Portugal

Com uma rede de concessionários que possui em todo o território nacional 37 pontos de venda e 42 oficinas de assistência após-venda, a Nissan propõe uma linha completa de produtos, que inclui veículos de passageiros, crossovers, 4X4’s e pickup’s e automóveis de alta performance, para além de veículos comerciais ligeiros e pesados. Disponibiliza ainda um alargado conjunto de serviços de apoio aos seus Clientes, Parceiros e Concessionários.

A Nissan vendeu em Portugal no seu Ano Fiscal de 2015, 11.262 veículos, a que corresponde uma quota recorde no mercado de 5,1% e um crescimento de 26% em relação ao ano anterior.

Nesse período, a Nissan reafirmou a sua liderança no segmento Crossover e cimentou a sua posição de marca líder de vendas de veículos 100% elétricos em Portugal.

Para mais informações

António Pereira Joaquim                                                 www.newsroom.nissan-europe.com/pt

Director de Comunicação                                               http://www.facebook.com/NissanPortugal/

Nissan Iberia SA – Portugal                                             http://twitter.com/NissanPortugal

pereira-joaquim.antonio@nissan.pt                                 http://www.youtube.com/user/NissanPortugal

+351 962 062 633

Marco Barbosa – Atelier do Caractere

Assessor de imprensa – Miguel Faísca

marcobarbosa@atelierdocaractere.pt
+ 351 91 734 57 44