Nova parede de escalada no Jamor foi “Ferrari” na Festa do Desporto

  • Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, elogiou nova infraestrutura
  • Aposta olímpica André Neres demonstrou potencial do novo equipamento

 

A nova parede da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP) foi destaque hoje no “Jamor em Festa”, comemoração do 73º aniversário do Centro Desportivo Nacional do Jamor (que reuniu mais de 40 atividades desportivas de várias federações espalhadas pelo complexo), tendo a ação da FCMP merecido rasgados elogios do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

O responsável governativo inspecionou ao detalhe a renovada infraestura desportiva e assistiu a uma demonstração de escalada da aposta olímpica para Tóquio 2020, André Neres.

O Secretário de Estado foi acompanhado pelo presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) Augusto Baganha, pelo vice-presidente do IPDJ, Vítor Pataco e pelo Diretor do Centro Desportivo Nacional do Jamor, Paulo Pires, numa visita conduzida pelo presidente da FCMP, João Queiroz.

João Paulo Rebelo mostrou-se impressionado com a nova parede, que ficará aberta ao público, e com a ação federativa:

“Vejo isto com muita satisfação. Uma satisfação dupla; pela parede e pela colaboração com a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal. Queremos incentivar aproximação com as federações e a colaboração nestes espaços porque assim sabemos que estamos a contribuir para cuidar das estruturas existentes e a chamar mais pessoas para a utilização dessas infraestruturas e para a prática desportiva”

O presidente da FCMP, João Queiroz, congratulou-se com o sucesso da iniciativa e, sobretudo, com a mais-valia deste equipamento em várias vertentes:

“É uma alegria ver esta parede a funcionar em pleno, pois é um equipamento desportivo da mais alta qualidade, de nível internacional. Esta parede terá um papel fundamental no alto rendimento desportivo, já a partir do Campeonato Nacional de Dificuldade, aqui no Jamor, dia 8 de Julho, mas também na atração de novos praticantes para esta modalidade fascinante e com lugar olímpico em 2020.”

Igualmente satisfeito estava André Neres, esperança olímpica para Tóquio e o homem que tirará partido de forma mais imediata desta parede. Acerca da qualidade da mesma, André foi claro:

“Esta parede é de qualidade internacional e com várias hipóteses de configuração, o que aumenta muito as possibilidades de utilização. Para a descrever de forma acessível, diria que não é um Ferrari novo, pois é um desenho com alguns anos, mas não deixa de ser um Ferrari.”