NOVO RENAULT CLIO GT LINE: Desportivo, económico e… acessível!

Não é um Renault Clio R.S. e nem sequer tem essa pretensão. Destaca-se pelo espírito jovem, pelos equipamentos tecnológicos, pelas qualidades dinâmicas e por uma forte imagem desportiva. A inspiração no Clio R.S. está presente em vários pormenores estéticos no exterior e no interior, mas não deixa de ser uma proposta económica e… acessível! Disponível a partir de 17.180€, o novo Renault Clio GT Line chega ao mercado no ano em que se celebra os… 25 anos do Clio!

UMA HISTÓRIA DE SUCESSO COM 25 ANOS

Em 1990, o Clio assumiu o legado de um dos mais emblemáticos e bem-sucedidos modelos da história da indústria automóvel – o incontornável Renault 5! Foi já há 25 anos… Ao longo deste período e independentemente das gerações (Clio I em 1990, Clio II em 1998, Clio III em 2005 e Clio IV em 2012), o Clio conquistou o estatuto de referência do segmento. Um sucesso que é fácil de justificar: um design moderno que nunca deixou de evoluir, o espaço interior, o conforto, a fiabilidade, a economia, a democratização de equipamentos de segmentos superiores e, claro, um sem número de versões, desde os mais excêntricos e irrequietos Renault Sport, até aos familiares berlina e Sport Tourer e terminando nos comerciais ligeiros.

Uma história de sucesso que também é comprovada pela frieza dos números: em 25 anos, só em Portugal, já foram vendidos quase 425.000 Clio. E a atual geração “arrisca-se” a chegar ao final de 2015 – e pelo terceiro ano consecutivo! – como o automóvel preferido dos Portugueses!

IMAGEM DESPORTIVA NA GÉNESE DO CLIO GT LINE

E no ano em que se comemora o quarto de século do modelo Clio, chega ao mercado nacional a versão GT Line. Por enquanto apenas disponível na berlina e, no primeiro trimestre de 2016, também na Sport Tourer.

A inspiração no exclusivo Clio R.S. é bem evidente logo no primeiro contacto visual. Os pára-choques dianteiro e traseiro são em tudo idênticos. E depois há pormenores específicos como as jantes GT, em liga leve, de 16 polegadas (17” como opção); os espelhos retrovisores laterais em prateado; a ponteira de escape em cromado; a assinatura GT Line no portão traseiro e as luzes diurnas num formato específico. Detalhes que lhe conferem uma imagem bem mais ‘musculada’ comparativamente ao “tradicional” Clio. Uma referência, igualmente, para a cor específica azul malte, que promete ser a imagem de marca do Clio GT Line.

AMBIENTE RENAULT SPORT TAMBÉM NO HABITÁCULO

Se as linhas exteriores são marcadas pelo carácter dinâmico e diferenciador do Clio GT Line, no habitáculo também se respira carácter desportivo… Mal se abre a porta da frente, sobressai a soleira da porta em metal, com inscrição “Renault Sport”. Os bancos dianteiros impressionam pelos apoios laterais e os encostos de cabeça têm a assinatura “Renault Sport”. O volante GT Line em couro e a alavanca da caixa de velocidades são específicos da versão. Os pedais são em alumínio.

Ainda no habitáculo, marcado pelas tonalidades cinza, mas também pelas inserções de cromados e de preto brilhante, destaque para equipamentos como o ar condicionado automático, o regulador e limitador de velocidade, os sensores de chuva e luminosidade, a câmara de ajuda ao estacionamento traseiro (em opção) e o sistema multimédia Media Nav (R-Link com personalização GT Line em opção). Um sistema multimédia com navegação e ligação à Internet, rádio com Bluetooth ®, telefone mãos livres, entrada USB.

MOTORES ECONÓMICOS

Apesar de, em 2016, estar prevista a chegada do motor 1.5 dCi 110 associado a uma caixa de seis velocidades, no lançamento, o Clio GT Line vai estar disponível com dois motores distintos, mas com potências e desempenhos em comum. O que os diferencia? Um bloco é diesel e outro é a gasolina. O que têm em comum? Os 90 cavalos de potência, para além de valores de consumo e emissões de CO2 referência na categoria, mas sem prejuízo das performances e do prazer de condução.

Quanto ao conhecido motor Energy 1.5 dCi 90, destaque para o facto de incorporar o conjunto de tecnologias da família Energy (sistema Stop & Start, EGR de baixa pressão e gestão térmica, etc…) que contribuem para os recordes de consumo de 3,2 l / 100 km (em ciclo misto) e emissões de CO2 também recorde de apenas 82g/km. Valores de referência no segmento, num bloco com 90 cavalos e com um binário de 220 Nm, disponível a partir das 1.750 rpm.

Para além da caixa manual de 5 velocidades, este motor estará também disponível com a caixa automática de dupla embraiagem EDC.

Já em relação ao Energy TCe 90, trata-se do já conhecido motor a gasolina de três cilindros turbo de 899 cm3 de cilindrada. Com um turbo de baixa inércia, reivindica 90 cavalos e 135 Nm de binário às 2.500 rpm, com 90% disponível entre as 1.650 e as 5.000 rpm. Ou seja, números que são sinónimo de consumos de referência: 4,7l / 100km (ciclo misto) e emissões de CO2 de apenas 105g/km.

A PARTIR DE 17.180€ E COM 5 ANOS DE GARANTIA

O Renault Clio GT Line é comercializado a partir de 17.180€ e, tal como os restantes modelos da gama Renault, beneficia da garantia contratual de cinco anos / 100.000 km.

 

Contacto Assessoria de Imprensa: Ana Gil: +351 21 836 10 12

Sites Internet : www.renault.pt – www.media.renault.com