Petrotec constrói nova unidade de produção de bombas de combustível na Índia

  • Aposta portuguesa, num mercado que vai abrir 15 mil novos postos de abastecimento só até 2021.
  • Um projeto que vai criar 400 empregos e que aponta a um volume de negócios superior a 30 milhões de euros.

A empresa portuguesa Petrotec – líder europeia e referência mundial em tecnologia e serviços para a distribuição e retalho de combustíveis – vai investir 3 milhões de euros numa nova unidade de produção de bombas de combustível, na Índia.

Já com tecnologia desenvolvida e em fase final de certificação, de acordo com a legislação indiana, a nova unidade industrial estará preparada para entrar em produção, ainda em 2020.

Como sublinha Nuno Cabral, CEO da Petrotec, “com este investimento estamos a reforçar a aposta feita há 20 anos, numa época em que poucas empresas viam na Índia uma oportunidade de negócio. Um projeto que, ao longo dos anos, foi crucial no desenvolvimento e fabrico de tecnologia. Agora entramos numa nova fase: a Petrotec também passa a fabricar equipamentos e soluções para a Índia. Uma aposta ambiciosa pela dimensão e elevada competitividade do mercado, mas também pela distância e contexto local. Mas, nesse particular, quero realçar o apoio dado pela embaixada da Índia em Portugal, bem como do Governo Português, através da embaixada de Portugal na India e da AICEP, que têm promovido a relação bilateral entre os dois países e dado um importante apoio a este projeto da Petrotec.”

Com uma das maiores e mais dinâmicas economias do mundo, a Índia está a apostar bastante no desenvolvimento das infraestruturas rodoviárias, sendo que, só até 2021, está prevista a construção de 15 mil novos postos de abastecimento[1]. Ou seja, também pelas duas décadas de presença direta no país, um mercado estratégico para a Petrotec, mas igualmente para Portugal… O estreitar das relações comerciais com a Índia está na agenda política, como prova a visita, em meados de dezembro, do primeiro-ministro, António Costa e o anúncio da visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, entre os próximos dias 13 e 17 de fevereiro.

Com este investimento, a Petrotec estima, no prazo de cinco anos, ultrapassar a fasquia dos 100 milhões de euros de volume de negócios do grupo, dos quais 30 por cento só no mercado indiano. A nova unidade industrial Petrotec vai ser implantada em Gandhinagar, capital do estado de Gujarat e terra natal de Mahatma Gandhi, onde vai gerar 400 novos empregos.

A Índia é um dos oito países (em quatro Continentes) onde o Grupo Petrotec está presente de forma direta, com a sua própria unidade de indústria e de negócio. Como reconhece Nuno Cabral, “o investimento na Índia vai de encontro à estratégia de reforço de globalização do Grupo Petrotec, alavancando toda a atividade na Ásia.

SOBRE O GRUPO PETROTEC

O Grupo Petrotec é o líder europeu e referência mundial na produção de tecnologia e serviços para a indústria de distribuição e retalho de combustíveis. Empresa fundada por portugueses em 1983, de capital 100% nacional e com sede em Portugal, ao longo de 36 anos a Petrotec evoluiu para um grupo com filiais em cinco continentes e vendas em mais de 80 países que, em 2019, significaram um volume de negócios superior a 80 milhões de euros, ultrapassando a fasquia dos 1000 colaboradores a nível global.

Parceiro industrial e tecnológico de algumas das maiores companhias petrolíferas do Mundo e retalhistas de combustível, o Grupo Petrotec integra clientes como a BP, Cepsa, E’leclerc, Galp, Intermaché, Mfg, Morrinsons, Prio, Repsol, Sainsburys, Sonangol, Tesco, Indies, entre outros, distinguindo-se por ser o único player do sector capaz de oferecer soluções globais, adaptadas às especificidades de cada parceria.

Desde o desenvolvimento e fabrico de equipamentos (Bombas de combustível, meios de pagamento, máquinas de lavagem automóvel, sistemas de gestão e automação) para os postos de abastecimento, ao projeto e construção de postos de abastecimento e terminais de armazenamento de combustíveis, soluções de abastecimento aeroportuárias e marítimas, automação e software, a Petrotec desenvolve projetos integrais e customizados. A capacidade industrial, tecnológica e de serviços, desenvolvida em Portugal, é capaz de se adaptar às especificidades dos mais diversos mercados internacionais.

O Grupo Petrotec fecha um ciclo de serviços verdadeiramente global, através de uma startup vocacionada para o desenvolvimento de carregadores elétricos e soluções capazes de responder ao novo paradigma de mobilidade elétrica.

DE PORTUGAL PARA O MUNDO

O Grupo Petrotec é o único player 100% português neste sector de atividade. Graças às especificidades próprias do mercado nacional, foi, com naturalidade, que o Grupo Petrotec adotou uma estratégia de internacionalização para novas geografias. A partir de 1992, para Angola, Espanha, Moçambique, África do Sul, Índia, Reino Unido e, mais recentemente, México, sempre numa lógica de exportação de tecnologia, hardware ou serviços.

Só no segmento específico de construção de bombas de combustível, a atividade global coloca o Grupo Petrotec como líder europeu e quarto maior construtor mundial, sempre com o mesmo perfil de diferenciação – soluções flexíveis e customizadas, que permitem diferenciar-se num cenário de grandes players e de concorrência internacional. Em 36 anos de atividade, o Grupo Petrotec instalou mais de 200.000 equipamentos em postos de abastecimento. Hoje tem operações diretas em oito países e representação em 84.