TURISMO NO CENTRO DE PORTUGAL CRESCEU EM RITMO ACENTUADO EM FEVEREIRO

  • Hóspedes aumentaram 11,49% entre fevereiro de 2016 e o mesmo mês de 2017

 

A atividade turística no Centro de Portugal continua a crescer em ritmo acelerado, o que deixa antever mais um ano extremamente positivo para o setor nesta região. Dados preliminares revelados hoje pelo INE, relativos ao mês de fevereiro de 2017, confirmam a tendência de crescimento já expressa nos meses anteriores. O Centro está na moda!

No total de hóspedes, o mês de fevereiro de 2017, em comparação com o de fevereiro de 2016, registou um aumento percentual acima dos dois dígitos: tinham sido 149.861 em fevereiro de 2016 e foram 167.075 no mesmo mês de 2017: mais 11,49%!

O número de dormidas cresceu 9,37%. Em fevereiro de 2016 tinham sido 237.652, em fevereiro de 2017 foram 259.887. Merece especial destaque o crescimento nas dormidas de turistas estrangeiros, que aumentaram 14,49%, de 72.453 em fevereiro de 2016 para 82.953 no mesmo mês de 2017. O Centro de Portugal está a ser cada vez mais procurado por visitantes de fora do país. Já as dormidas dos turistas nacionais subiram 7,12% na comparação entre os dois meses, de 165.179 para 176.934.

É de realçar, ainda, que os proveitos da atividade hoteleira cresceram 9,18%, de 10,94 milhões de euros em fevereiro do ano passado para 11,94 milhões em fevereiro deste ano – mais um milhão de euros que as unidades hoteleiras ganharam num mês.

 

Sobre o Turismo Centro de Portugal:

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias – sem esquecer a gastronomia e os vinhos de eleição.