Um fim-de-semana de festa e animação nas vizinhas Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva

Nos próximos dias 25 e 26 de setembro, as Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva recebem o Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, este ano adaptado ao contexto de pandemia – com participação limitada e transmissão via streaming. Duas festas imperdíveis, que vão trazer mais vida e animação às duas localidades, oferecendo a habitantes e visitantes um fim-de-semana inesquecível.

Cerca de 20 minutos de carro separam as Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva. Basta um fim-de-semana para conhecer estes lugares, no interior da região Centro de Portugal. Por isso, nada melhor que aproveitar as festas do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa” em Trancoso e Marialva, que este ano se realizam no fim-de-semana de 25 e 26 de setembro, para descobrir estas Aldeias Históricas, em clima de festa e animação.

O Ciclo “12 em Rede” chega à Aldeia Histórica de Trancoso na sexta-feira, dia 25 de setembro. Com o mote “Bandarra. O Sapateiro Contador de Histórias e Futuros”, apresenta um programa baseado na figura do mítico sapateiro, poeta e profeta. Bandarra deixou as suas palavras imortalizadas em trovas, nas quais fala do futuro de um povo que se há-de cumprir, e sobre quem Fernando Pessoa disse que “o coração não foi português, mas Portugal”. Ligado à identidade do território, Bandarra faz parte da História e do imaginário desta Aldeia Histórica, que o celebra com carinho, lembrando versos das suas trovas como pedaços de memória e das tradições de Trancoso.

O Ciclo “12 em Rede” em Trancoso vai animar aquela Aldeia Histórica com atividades como urban scketch, degustações de pratos regionais, showcooking, uma visita guiada encenada e três performances imperdíveis, que juntam vários nomes do panorama artístico nacional.

No dia seguinte, sábado 26 de setembro e a apenas pouco mais de 20 quilómetros de Trancoso,  o Ciclo “12 em Rede” visita a Aldeia Histórica de Marialva, celebrando “As Mulheres de Marialva”. A festa vai dar destaque ao papel que as mulheres da aldeia tiveram na sua herança patrimonial e cultural, com gastronomia, visitas guiadas encenadas e uma caminhada, terminando com um concerto de um dos grandes mestres da guitarra portuguesa, António Chainho, com uma grande mulher do fado, Kátia Guerreiro.

Devido à pandemia, a participação nos eventos será limitada e sujeita a inscrição prévia – mas as festas poderão ser sentidas e vividas em todo o mundo, via streaming, nas redes sociais.

A inscrição, que é gratuita, pode ser feita para a totalidade dos eventos ou apenas para um momento específico, como um concerto ou uma visita guiada – sendo que o limite de participantes dependerá do espaço e da tipologia de cada atividade. Para se inscrever para o programa da festa na Aldeia Histórica de Trancoso é necessário contactar o Posto de Turismo de Trancoso, através do número 271 811 147 ou do e-mail turismo@cm-trancoso.pt. Para reservar a sua presença na festa da Aldeia Histórica de Marialva deve contactar o Posto de Turismo de Marialva, junto do número 279 859 288 ou do e-mail turismomarialva@cm-meda.pt .

Para melhor conhecer as Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva, em pleno clima de festa e animação, a Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, promotora do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, em parceria com o associado The Travel Corner, propõem um programa turístico que inclui alojamento em quarto duplo com pequeno-almoço, entradas exclusivas nas festas do Ciclo “12 em Rede”, visita e prova de vinhos em quintas vínicas, degustação de produtos típicos, visitas guiadas, entre outros. O pacote pode ser consultado neste link: https://aldeiashistoricasdeportugal.com/pacote/experiencias-turisticas-12-em-rede-trancoso-marialva/ e pode ser reservado até 10 de setembro.

Os eventos são promovidos pela Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, numa organização do Município de Trancoso e Município de Mêda, Junta de Freguesia de Marialva, Associações e Agentes económicos locais. Uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).
Entre nestas festas e viva grandes emoções nas Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva!

Programa dos eventos e limite de participantes

Trancoso:
10h30 – Início dos trabalhos de URBAN SCKETCH (sem limite de participantes)

12:30 – Entrega dos trabalhos para Impressão em A2 (sem limite de participantes)

15h – Intervenção plástica (sem limite de participantes)

18h30 – Performances #1 #2 e #3 – 25 pessoas x 3grupos

20h30 – Degustação – 75 pessoas

22h30 – Visita Guiada encenada “Bandarras” 25 pessoas x 3 grupos

Marialva:
9h – Caminhada PR2 ahp de Longroiva-Marialva (12km) – 60 pessoas

12:30h – Petisco típico das vindimas (degustação) a ter lugar nas vinhas/adegas (coordenadas GPS a divulgar) – 60 pessoas

13h – Caminhada PR1 AHP de Marialva (circular 3km) – 60 pessoas

16:00h – visita guiada MARIALVA#1 – 30 pessoas

17:15h – visita guiada MARIALVA#2 – 30 pessoas

18:45h- sunset@camionete + Música ao pôr do sol – 60 pessoas

20:00h – showcooking/jantar com chef Álvaro Costa e agentes locais – Casa da Judia – 120 pessoas21:30h – Concerto “Mestre António Chainho convida Kátia Guerreiro” – Interior do castelo – 120 pessoas (streaming

A festa só acaba em novembro!
O ciclo “12 em rede | Aldeias em Festa 2020” só termina em novembro! Depois de Trancoso e Marialva, a festa segue para Castelo Mendo, a 2 de outubro; Almeida, a 3 de outubro; Piódão, a 4 de outubro; Sortelha, a 17 de outubro; Castelo Novo, a 24 de outubro, Idanha-a-Velha, a 31 de outubro; e Monsanto, a 7 de novembro.

Sobre a Rede das Aldeias Históricas de Portugal

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 singelas aldeias onde apetece perdemo-nos, para nunca mais nos encontrarmos. Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso: as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, são paraísos escondidos que nos levam numa viagem ao tempo de reis e rainhas, épicas e infinitas batalhas que escreveram a História como a conhecemos hoje. Viajar até às Aldeias Históricas de Portugal é, assim, descobrir a História de um país de temerários conquistadores, através das pedras das suas calçadas e das suas frondosas muralhas e castelos, orgulhosa e imponentemente erguidos. É, ainda, a garantia de momentos inesquecíveis de lazer, aventura e descoberta, temperados com os inigualáveis aromas e sabores da região, que compõem a sua típica gastronomia. No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, com cerca de 600 km.

As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION.

A Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22) é a maior rota europeia para caminhadas com selo Leading Quality Trails – Best of Europe, entregue pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada).