500 Milhas ACP 2021 Três décadas de história desfilam entre Cascais e Aveiro

Cerca de 650 quilómetros de percurso, com partida de Cascais e chegada a Aveiro, para serem cumpridos durante o dia de sábado, por algumas das mais belas e emblemáticas estradas nacionais, com destaque para a EN2. É este o desafio que 63 icónicos automóveis, produzidos entre 1952 e 1974, têm pela frente na 16ª edição das 500 Milhas ACP, a maior prova de clássicos portugueses. Do Renault 4CV ao exclusivo Lotus Seven, uma oportunidade única para ver ou rever máquinas que marcaram três décadas de história da indústria automóvel. Um museu a céu aberto que pode ser visto, em antestreia, em frente ao Hotel Baía Cascais.

Um Renault 4CV de 1956, o modelo que “salvou” a Renault no pós-guerra e que, em Portugal, foi carinhosamente apelidado de “joaninha”, pela forma da sua carroçaria, é um dos mais populares, mas icónicos participantes da 16ª edição das 500 Milhas ACP, a maior prova de clássicos portuguesa. Um evento de regularidade, em que mais do que a velocidade importa a consistência do desempenho, aferida ao segundo através dos controlos de tempo secretos instalados no percurso.

A competição entre rivais de peso histórico não vai faltar, ao longo de 19 troços classificativos, desde os populares Simca 1000 ou Datsun 1200, a um Lotus Seven, ou mesmo um Jaguar XK 120 e um MG TD, estes os mais antigos em prova.

Esta autêntica viagem no tempo tem início na tarde desta sexta-feira, com as verificações administrativas e técnicas. Mas para quem está ou tem disponibilidade para se deslocar até Cascais, esta é, na realidade, uma oportunidade para “viajar” pelos magníficos detalhes de 63 automóveis que também foram símbolos de muitas gerações nas décadas de 50, 60 e 70.

No dia seguinte, sábado (dia 11 de setembro), as equipas participantes na 16ª edição das 500 Milhas ACP têm pela frente um percurso de 650 quilómetros, composto por 19 troços, com partida de Cascais, passagem por Arrábida, Coruche, Abrantes, Penedo Furado, Serra da Lousã, Arganil, Secarias, Caramulo e chegada a Aveiro. Também uma viagem ao encontro da história, cultura e tradições das diferentes regiões, cumprida com as medidas sanitárias devidas.

“Esta é uma prova que se destaca pela enorme qualidade dos automóveis inscritos, graças ao trabalho de restauro e preservação fantástico desenvolvido pela generalidade dos participantes. Temos grandes entusiastas dos clássicos em Portugal, que mantém nas suas garagens verdadeiras peças de engenharia e de história. Fica o desafio: que todos interessados possam reencontrar-se com estas máquinas, ou vê-las pela primeira vez, nomeadamente nessa grande oportunidade que temos ao longo da tarde de sexta-feira”, afirma Filipe Gaivão, diretor das 500 Milhas ACP.

500 Milhas ACP 2019, Automóvel Club de Portugal, Lisboa, Portugal, 3 a 4 de Maio – Foto Paulo Maria / ACP

As 500 Milhas e a Estrada Nacional 2

A génese das 500 Milhas ACP está intimamente ligada à Nacional 2, com parte significativa do percurso a desenhar-se anualmente em jeito de tributo àquela que é a maior estrada da Europa e que, em 2020, celebrou 75 anos. A organização é do ACP, que acolhe o maior clube português de clássicos (6.500 sócios).

A 16ª edição das 500 Milhas ACP terá arranque em Cascais e apresenta os seguintes pontos de interesse:

10 Setembro (verificações técnicas e administrativas)

Cascais | Hotel Baía

  • 15h00-19h00 

11 de Setembro (Prova)

Cascais | Hotel Baía

  • 06h31-07h34 (partida)

Serra da Arrábida

  • 07h37-08h40(Início de troço Serra da Arrábida | Estrada que passa junto ao Convento e antenas)

Coruche | Praça de Touros

  • 10h14-11h37 (pequeno-almoço)

Abrantes | Restaurante Aquapolis

  • 12h53-15h06 (Almoço)

Penedo Furado

  • 14h33-15h36 (Início de troço Penedo Furado | Antiga N2 passando junto à Praia Fluvial do Penedo Furado em direção a Vila de Rei)

Serra da Lousã

  • 16h53-17h56 (Inicio junto à N112, a terminar em Colmeal)
  • 17h01-18h01 (início Colmeal, para Cabreira)

Arganil | esplanada do Sub-Paço

  • 17h50-18h56 (lanche)

Secarias

  • 18h16-19h19 (entre Secarias e Mouronho)

Caramulo

  • 20h18-21h21 (controlo de passagem)
  • 20h29-21h32(Rampa do Caramulo; início junto ao Museu do Caramulo)

Aveiro | Hotel Melia Ria

  • 21h45-22h55 (chegada)