Arlindo Camacho é quem se segue no ciclo de palestras “Anos Depois” promovido pelo Instituto Português de Fotografia

  • Hoje, dia 21 de março, o IPF – Instituto Português de Fotografia prossegue o ciclo mensal de palestras “Anos Depois”
  • O fotógrafo Arlindo Camacho apresenta o seu percurso pessoal através de imagens, numa iniciativa que marca o 50.º aniversário do IPF.

O fotógrafo Arlindo Camacho é o segundo convidado do ciclo mensal de palestras “Anos Depois”, uma das iniciativas que assinalam o 50.º aniversário do IPF – Instituto Português de Fotografia, que se comemora ao longo do ano de 2018.

A palestra terá lugar hoje, dia 21 de março, às 18h00, no IPF, que se situa na Rua da Ilha Terceira, 31A, em Lisboa. A entrada é livre.

O ciclo “Anos Depois” é um espaço onde antigos formandos do IPF são convidados a apresentar o seu percurso pessoal através de imagens. O resultado é uma reflexão sobre a procura de caminhos fotográficos, profissionais ou autorais, que revelam as escolhas, os interesses e a experiência de quem decidiu fazer vida da arte da fotografia.

Arlindo Camacho nasceu em Lisboa, em 1982. Em 2004, inscreveu-se no curso de fotografia do Ar.Co, mas, dois anos depois, ingressou no Curso de Fotografia Profissional do Instituto Português de Fotografia. Como profissional trabalhou no Diário de Notícias e, atualmente, colabora com publicações nacionais e internacionais, como a revista Visão e a Time Out Magazine, onde publica regularmente. Nos últimos anos tem trabalhado com vários músicos e bandas nacionais, ocupando-se da criação da imagem para os seus álbuns, acompanhamento em concertos e desenvolvimento de videoclipes. Desde 2008 que desenvolve um projeto documental na Moda Lisboa, retratando o panorama da moda nacional, tendo sido exibido nas várias edições da Workstation. Desde 2015 que também é um dos fotógrafos oficiais do festival NOS Alive.

Criado em 1968, o IPF – Instituto Português de Fotografia é a mais antiga instituição dedicada à área em Portugal, orgulhando-se de ter formado alguns dos mais prestigiados e galardoados fotógrafos nacionais. O ciclo mensal de palestras “Anos Depois” é uma de várias iniciativas que vão ser desenvolvidas para comemorar o cinquentenário da instituição.

 

Sobre o Instituto Português de Fotografia

Com 50 anos de experiência na formação em fotografia, o Instituto Português de Fotografia (IPF) é a mais antiga e prestigiada instituição dedicada à área em Portugal. Neste meio século de ensino de excelência, dedicou-se ainda à promoção dos seus formandos. O IPF é a solução para quem aspira ser profissional da fotografia ou o recurso para os muitos amantes da fotografia que desejam evoluir ou simplesmente potenciar o equipamento de que dispõem, seja uma câmara fotográfica ou um smartphone. Dispõe de uma ampla oferta formativa, inclusivamente para os mais novos – há formações orientadas para crianças a partir dos seis anos de idade.

 

Com sede em Lisboa e instalações na cidade do Porto, o IPF é reconhecido pelo Instituto Português da Qualidade (IPQ) como Organismo de Normalização Sectorial para a Fotografia em Portugal e como instituição de formação tem o reconhecimento da DGERT (Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho), sendo ainda membro permanente na ISO, representando Portugal no seu comité de fotografia. Ao longo do seu percurso, organizou inúmeras ações de formação por todo o país, não excluindo a ilhas. As formações IPF estão abertas a pessoas de todas as nacionalidades, tendo recebido já formandos da China, Japão, Rússia, Finlândia, Noruega, Itália, Inglaterra, Holanda, França, Suíça, Espanha, Angola, Moçambique, Colômbia, México, Brasil, Canadá e EUA.

Deixe uma resposta