Enchente em Leiria para o arranque do Festival ART&TUR

• Festival Internacional de Cinema de Turismo começou com grande sucesso e muitos filmes

Data: 24/10/2018

Foi com uma plateia cheia, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, que decorreu o segundo dia do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, o primeiro dia de exibição dos filmes em competição e, igualmente, o primeiro dia das sessões da conferência “Centro de Portugal no Cinema Mundial”.

De manhã, coube a Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, Raul de Castro, presidente da Câmara Municipal de Leiria, e Rui Pedrosa, presidente do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), abrirem oficialmente o Festival.

Na sua intervenção, Pedro Machado destacou o facto de este festival internacional acontecer em Leiria, no Centro de Portugal. “Valeu a pena o arrojo, valeu a pena sonhar em trazer para o Centro de Portugal um festival com estas características”, disse. Até porque, como sublinhou, esta região “tem condições extraordinárias para ser competitiva na captação de produções cinematográficas e audiovisuais”. “O ART&TUR insere-se no novo impulso que se pretende imprimir na região, uma nova agenda em que zonas mais longe dos centros de decisão sejam capazes de criar valor para o país, ao mesmo tempo que são sustentáveis”, acrescentou.

Rui Pedrosa realçou, por sua vez, que “o IPL olha com responsabilidade para iniciativas como esta, que valorizam a cultura e os territórios. O maior desafio dos territórios é atrair talentos e são iniciativas como esta que possibilitam que isso aconteça”.

O anfitrião Raul de Castro lembrou que Leiria “é uma cidade com tradição na 7.ª Arte”, de que é exemplo o MIMO – Museu da Imagem em Movimento. “Este festival tem grande margem de crescimento, em especial face às novas gerações marcadas pelo digital”, frisou.

Depois da apresentação do livro “A Imagem e a Promoção dos Destinos Turísticos”, teve início a exibição dos filmes da Seleção ART&TUR 2018, que irá prolongar-se até sábado, em diferentes blocos. Entre as exibições, realizam-se os painéis da conferência, que tem como oradores e participantes reputados cineastas e investigadores nas áreas do cinema e do turismo. No dia de hoje, houve três painéis.

O primeiro debateu O Papel das Comissões de Filmes na Promoção dos Destinos”, através de Bruno Manique, presidente da Centro de Portugal Film Comission, Ilyas Kaduji, veterano de Hollywood que, entre outros trabalhos, colaborou na produção da saga Harry Potter, e João Antero, responsável pelo Alentejo and Ribatejo Film Commission. No segundo painel, intitulado “O Que Torna os Filmes de Turismo Impactantes?”, três oradores multipremiados falaram da sua experiência nos respetivos países: Che-Jen Su, em Taiwan; Dulam Satyanarayana, na Índia; e Santiago Alcázar, em Espanha. Na terceira sessão, de nome “Promovendo os Lugares Património da Humanidade no Centro de Portugal”, David C. Cooper, que em 2009 triunfou no circuito internacional com o Melhor Filme de Turismo, e a produtora Mafalda Sá enalteceram as qualidades ímpares do Centro de Portugal para acolher produções cinematográficas.

O ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo prolonga-se até sábado. Na sexta-feira serão conhecidos os vencedores dos filmes em competição.
 
Dossier de imprensa e programa do ART&TUR aqui: https://goo.gl/CxHzgw

Sobre o Festival ART&TUR 
Os melhores filmes de turismo que se produzem em todo o mundo vão ser exibidos em Portugal, durante o Festival ART&TUR, que se realiza em Leiria, de 23 a 27 de outubro. Esta é a 11.ª edição de um dos maiores eventos mundiais de promoção turística audiovisual. Um festival de cinema de e para o turismo, com uma competição internacional que atrai cerca de uma centena de produtores e realizadores. O Festival ART&TUR estrutura-se em três áreas complementares: o ART&TUR Contest, que consiste na competição de filmes de turismo, com duas secções competitivas (“Tourfilm” e “Doc”); a Conferência Internacional, com convidados nacionais e estrangeiros; e o ART&TUR Factory, que vai levar realizadores internacionais a filmar em aldeias da região nos dias que antecedem o festival.  
Tags:

Deixe uma resposta