NUNO MATOS E FILIPE SERRA FORÇAM PENALIZAÇÃO PARA EVITAR PÓ DE CONCORRENTE MAIS LENTO

Prejudicada pela ordem de partida definida pela Organização – largaram para a Super Especial imediatamente atrás de um concorrente inscrito na categoria T8! – dupla de Portalegre não foi além do 5º lugar neste primeiro dia da Baja Terras de Alcoutim
Confirmando os seus piores receios, devido à ordem de partida definida pela Organização, Nuno Matos e FilipeSerra protagonizaram, esta tarde, no Algarve, um arranque difícil na Baja Terras de Alcoutim, a terceira prova do ano pontuável para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT).
Largando para a Super Especial imediatamente atrás de um concorrente inscrito na categoria T8, a dupla dePortalegre viu a sua prova ficar comprometida apenas 2 km após a partida: “Lamentavelmente, o Colégio de Comissários Desportivos ignorou o nosso apelo, mantendo a ordem de saída e recusando alargar o tempo entre partidas de 1 para 2m. O resultado, infelizmente, foi aquele que já prevíamos: Pouco mais de 2 km após a partida, apanhámos o concorrente que saiu à nossa frente e fomos no seu pó até final, prejudicando naturalmente a nossa prestação”, lamentou Nuno Matos, que nesta primeira passagem pelos 6,75 km da SuperEspecial realizaria apenas o 7º tempo, gastando mais 54s que o mais rápido.Adivinhando idêntico desfecho na segunda passagem pelo rápido e traiçoeiro percurso desta Super Especial, e também por uma questão de segurança – critério que o próprio CCD ignorou! – , Nuno Matos optou deliberadamente por penalizar, retardando a sua partida em 1m: “Logicamente que preferia não ter de juntar este minuto ao meu tempo final, mas acho que foi a melhor solução, pois caso contrário arriscaria largar muito atrasado para a etapa de amanhã”.Com efeito, e validando esta tática… forçada, o piloto de Portalegre conseguiu retirar cerca de 40s à sua anterior marca, subindo ao 5º lugar da classificação geral. “É o resultado possível face a todos estes imponderáveis. Apesar do atraso que hoje acumulámos, vamos dar o nosso melhor na etapa de amanhã, procurando recuperar algumas posições e, se possível, chegar ainda aos lugares do pódio, prometeu Nuno Matos.
Com início agendado para as 11h00 deste domingo, o segundo e decisivo dia da Baja Terras de Alcoutim compreende um Setor Seletivo único com 300 km de extensão, estando a cerimónia do pódio prevista para as18h00.

 

Deixe uma resposta