MIGUEL FAÍSCA ESTREIA-SE EM COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS, COMO PILOTO OFICIAL DA NISSAN, NAS 24 HORAS DO DUBAI

Para o português Miguel Faísca, aquilo que, há seis meses, só fazia virtualmente aos comandos de uma PlayStation®, vai tornar-se realidade na próxima quinta-feira, quando se sentar, como piloto oficial, aos comandos de um Nissan 370Z real, para disputar os primeiros treinos para as 24 Horas do Dubai. E esta é só a primeira das várias participações que estão previstas como piloto oficial da Nissan, em 2014. O jovem piloto nacional vai fazer equipa com o espanhol Lucas Ordóñez (o vencedor da primeira edição do GT Academy), o alemão Florian Strauss, o americano Nickolas McMillen e o russo Stanislav Aksenov, os pilotos que, em 2013, venceram o GT Academy reservado aos seus respectivos territórios.

Há seis meses, as emoções do automobilismo estavam confinadas ao conforto do sofá e à PlayStation®. Mas, no último Verão, o programa GT Academy proporcionou-lhe o sonho de passar do virtual para o real: Miguel Faísca sagrou-se o vencedor europeu da iniciativa, depois de ter superado mais de 765 mil adversários! O prémio, uma temporada completa de GT como piloto oficial da Nissan, a que agora se soma a participação nas 24 Horas do Dubai. Uma proeza notável para o jovem estudante de 24 anos, natural de Lisboa, mas residente na cidade do Montijo.

Como admite Miguel Faísca, «ainda hoje tenho a sensação de que tudo não passa de um sonho. A sensação é absolutamente incrível, sobretudo se pensar que, há escassos meses, o sonho de ser piloto não passava de uma utopia». Mas a verdade é que, a partir da próxima quinta-feira, o jovem lisboeta vai estar em luta directa com alguns dos melhores pilotos do mundo, numa das mais importantes e prestigiadas provas internacionais, as 24 Horas do Dubai. E isto é apenas uma adição ao seu prémio como vencedor da edição europeia da GT Academy 2013.

O português reconhece que o intenso programa de preparação a que foi sujeito em Inglaterra (entre Outubro e Dezembro) vai ser importante quando chegar a hora de ir para a pista, embora sublinhe que «apesar de tudo, vou viver uma experiência completamente nova para mim. Trata-se da minha estreia em competições internacionais, não conheço a pista e é a primeira vez que os cinco pilotos vão formar uma equipa. O único com experiência é o Lucas Ordóñez e, só por isso, deve realçar-se a coragem e a aposta da Nissan, que aceita o desafio de participar nas 24 Horas do Dubai com uma equipa constituída por pilotos formados na PlayStation». Na realidade, para além de Miguel Faísca e do espanhol Lucas Ordóñez (o vencedor da edição de estreia do GT Academy), o Nissan 370Z GT4 com o número 123 vai ser pilotado pelo alemão Florian Strauss, o americano Nickolas McMillen e o russo Stanislav Aksenov, os pilotos que, em 2013, venceram o GT Academy reservado aos seus territórios.

Dadas as circunstâncias, Miguel Faísca assume que os objectivos associados à participação nas 24 Horas do Dubai passam por «aprender o máximo possível, procurar não cometer erros e chegar ao fim da corrida, o que, por si só, já seria uma vitória. Se esses objectivos forem cumpridos, até acredito que é possível alcançar um bom resultado na categoria, mas honestamente, não vou partir com essa pressão». Sublinhe-se que o Nissan 370Z com que o piloto nacional vai alinhar está preparado de acordo com o regulamento técnico para o agrupamento GT4, uma categoria de GT reservada a viaturas menos potentes e mais próximas dos modelos de estrada.

Como sublinha António Pereira Joaquim, director de comunicação da Nissan Iberia – Sucursal Portugal, «o Miguel Faísca é um exemplo… Devido ao seu esforço, determinação e talento, é hoje um dos pouco portugueses que se podem orgulhar de defender as cores de uma marca em competições internacionais. Só meia dúzia de pilotos nacionais estão nessas condições. Não nos podemos esquecer que, no Verão, o Miguel ainda só corria na PlayStation, mas agora está prestes a participar numa prova em que muito poucos portugueses tiveram a oportunidade de participar».

Quanto a expectativas para as 24 Horas do Dubai, António Pereira Joaquim afirma que «o mais importante é que todos os formandos da GT Academy deste ano e o Miguel, em especial, aprendam bastante e façam os possíveis para levar o Nissan 370Z até ao final. No entanto, há a consciência que, numa prova com a duração e a dureza das 24 Horas do Dubai, tudo pode acontecer e é também esse grau de exigência e incerteza que constitui um dos maiores desafios».

Mais de 80 equipas estão inscritas nas 24 Horas do Dubai, uma das mais importantes e prestigiadas provas de GT que se realizam em todo o mundo. Os treinos livres e as sessões de qualificação disputam-se na próxima quinta-feira (dia 9 de Janeiro), enquanto a partida para a corrida está marcada para as 14 horas (10 de Portugal) de sexta-feira. Sublinhe-se que o canal Motors TV vai fazer uma ampla cobertura da prova, com directos das qualificações e também da corrida.

###

Sobre a Nissan na Europa 

A Nissan tem uma das presenças mais abrangentes na Europa entre todos os fabricantes de raiz não europeia, empregando mais de 14.500 pessoas distribuídas pelas operações locais de desenho, pesquisa e desenvolvimento, fabrico, logística, vendas e marketing. No ano passado, as instalações da Nissan no Reino Unido, Espanha e Rússia produziram 695 mil veículos incluindo automóveis compactos, crossovers premiados, SUV’s e veículos comerciais. A Nissan disponibiliza actualmente aos seus clientes na Europa 24 gamas de produtos diversos e inovadores e está posicionada para se tornar na marca asiática número um neste continente.

Sobre a Nissan em Portugal

Com 19 concessionários em todo o território nacional, a Nissan propõe uma linha completa de produtos, que inclui veículos de passageiros, crossovers, 4X4’s e pickup’s e automóveis de alta performance, para além de veículos comerciais ligeiros e pesados. Disponibiliza ainda um alargado conjunto de serviços de apoio aos seus Clientes, Parceiros e Concessionários.

A Nissan vendeu em Portugal, no seu ano fiscal de 2012 (1 de Abril de 2012 a 31 de Março de 2013), um total de 4.323 veículos ligeiros, a que corresponde uma quota de mercado recorde de 3.9%. Nesse período, a Nissan reafirmou a sua liderança no segmento Crossover em Portugal, com o Qashqai e o Juke a ocuparem as duas primeiras posições do segmento, conquistando 65% do mercado crossover.

Sobre a GT Academy

A GT Academy é uma colaboração entre a PlayStation® e a Nissan que usa o mundo virtual do jogo Gran Turismo® para descobrir talentos de corridas no mundo real. A quinta edição do programa (a nível europeu) ficou marcada pela vitória do português Miguel Faísca, um lisboeta de 24 anos que, agora, é piloto oficial da Nissan em competições internacionais, seguindo as pisadas dos anteriores vencedores da GT Academy: em 2013, Lucas Ordoñez (Espanha, vencedor em 2008) e Jann Mardenborough (Reino Unido, vencedor em 2011) competiram nas 24 Horas de Le Mans pela equipa Greaves Motorsport Zytek- Nissan LMP2. Os vencedores de 2012, Mark Schulzhitskiy (Rússia), Wolfgang Reip (Europa), Steve Doherty (EUA) e Peter Pyzera (Alemanha) estão a competir na Blancpain Endurance Series pela equipa Nissan GT Academy RJN.

Deixe uma resposta