MIGUEL FAÍSCA TESTOU O NISSAN GT-R GT3 NO AUTÓDROMO INTERNACIONAL DO ALGARVE

Duas semanas depois de subir ao lugar mais alto do pódio das 24 Horas do Dubai, Miguel Faísca esteve no Autódromo Internacional do Algarve para uma sessão de testes com um Nissan GT-R GT3. O português cumpriu um total de 27 voltas aos comandos da unidade que a equipa JRM Racing trouxe para Portugal, tendo como objectivo a adaptação ao modelo com que, esta época, vai defender as cores oficiais da Nissan em competições internacionais.

Como admite Miguel Faísca, “tratou-se de uma sessão de trabalho bastante importante para o futuro. Apesar de ter tido uma pequena experiência com o Nissan GT-R GT3, na pista de Donington, no último mês de Novembro, agora fiquei com uma noção mais clara das suas potencialidades e exigências: para além de ser muito mais competitivo do que o Nissan 370Z GT4 com que alinhei no Dubai, obriga a um estilo de pilotagem completamente diferente e é bem mais exigente fisicamente, uma vez que já se sentem as forças laterais com uma razoável intensidade”.

No Autódromo Internacional do Algarve, o piloto oficial da Nissan teve a companhia do alemão Florian Strauss, do americano Nickolas McMillen e do russo Stanislav Aksenov (os pilotos que, em 2013, venceram o GT Academy reservado aos seus territórios), mas também do inglês Jody Fannin (que, em 2013, participou no Campeonato Britânico de GT) e de Alex MacDowell (que, em 2013, alinhou no WTCC-Campeonato do Mundo de Carros de Turismo). E apesar do teste não ter tido como objectivo o escrutínio de tempos, fica a satisfação de Miguel Faísca ter registado marcas referência entre os pilotos do GT Academy, mas também na comparação com os outros dois pilotos bem mais experientes.

O vencedor europeu do programa GT Academy reconhece que “ter realizado o teste em Portugal teve um significado especial, pois é sempre bom correr em “casa”. Quanto à pista do Algarve, só a conhecia em carros de série, mas depois de a percorrer no Nissan GT-R GT3, não há dúvida que ainda fiquei mais apaixonado. O traçado é bastante difícil, mas as emoções que proporciona são fantásticas”.

Esta foi mais uma importante etapa do plano de preparação que a Nissan está a desenvolver com vista à presente época. O desafio passa por tornar em competitivos pilotos de corridas reais, jovens que, ainda há seis meses, limitavam-se a viver as emoções do automobilismo nas suas consolas. Os vencedores anteriores do GT Academy, como o espanhol Lucas Ordóñez, têm confirmado a validade do projecto desenvolvido pela Nissan e pela PlayStation®. E agora há um português determinado em dar continuidade ao sucesso… A recente vitória nas 24 Horas do Dubai confirma que o futuro pode ser promissor.

###

Sobre a Nissan na Europa 

A Nissan tem uma das presenças mais abrangentes na Europa entre todos os fabricantes de raiz não europeia, empregando mais de 14.500 pessoas distribuídas pelas operações locais de desenho, pesquisa e desenvolvimento, fabrico, logística, vendas e marketing. No ano passado, as instalações da Nissan no Reino Unido, Espanha e Rússia produziram 695 mil veículos incluindo automóveis compactos, crossovers premiados, SUV’s e veículos comerciais. A Nissan disponibiliza actualmente aos seus clientes na Europa 24 gamas de produtos diversos e inovadores e está posicionada para se tornar na marca asiática número um neste continente.

Sobre a Nissan em Portugal

Com 19 concessionários em todo o território nacional, a Nissan propõe uma linha completa de produtos, que inclui veículos de passageiros, crossovers, 4X4’s e pickup’s e automóveis de alta performance, para além de veículos comerciais ligeiros e pesados. Disponibiliza ainda um alargado conjunto de serviços de apoio aos seus Clientes, Parceiros e Concessionários.

A Nissan vendeu em Portugal, no seu ano fiscal de 2012 (1 de Abril de 2012 a 31 de Março de 2013), um total de 4.323 veículos ligeiros, a que corresponde uma quota de mercado recorde de 3.9%. Nesse período, a Nissan reafirmou a sua liderança no segmento Crossover em Portugal, com o Qashqai e o Juke a ocuparem as duas primeiras posições do segmento, conquistando 65% do mercado crossover.

Sobre a GT Academy

A GT Academy é uma colaboração entre a PlayStation® e a Nissan que usa o mundo virtual do jogo Gran Turismo® para descobrir talentos de corridas no mundo real. A quinta edição do programa (a nível europeu) ficou marcada pela vitória do português Miguel Faísca, um lisboeta de 24 anos que, agora, é piloto oficial da Nissan em competições internacionais, seguindo as pisadas dos anteriores vencedores da GT Academy: em 2013, Lucas Ordoñez (Espanha, vencedor em 2008) e Jann Mardenborough (Reino Unido, vencedor em 2011) competiram nas 24 Horas de Le Mans pela equipa Greaves Motorsport Zytek- Nissan LMP2. Os vencedores de 2012, Mark Schulzhitskiy (Rússia), Wolfgang Reip (Europa), Steve Doherty (EUA) e Peter Pyzera (Alemanha) estão a competir na Blancpain Endurance Series pela equipa Nissan GT Academy RJN.

Deixe uma resposta