NISSAN NO TOP 5 DO BLANCPAIN ENDURANCE SERIES, MAS MIGUEL FAÍSCA VÍTIMA DE PROBLEMAS

A Nissan iniciou a época deste ano do Blancpain Endurance Series com o 5º lugar na categoria Pro-Am. Um resultado positivo para o Nissan GT-R Nismo GT3 pilotado por Alex Buncombe, Florian Strauss e Nick McMillen, respectivamente, os vencedores alemão e americano da GT Academy 2013. Menos feliz foi o campeão europeu em título da iniciativa promovida pela Nissan e pela PlayStation. O Nissan GT-R da formação em que está integrado o português esteve mais de metade da corrida de Monza parado nas boxes, como explica Miguel Faísca: “O meu colega de equipa, o russo Mark Shulzhitskiy, não conseguiu evitar um pequeno toque nas primeiras voltas, de que resultou a quebra de um tubo do intercooler. A equipa precisou de mais de uma hora e meia para fazer a reparação e com todo esse atraso ficámos impedidos de lutar por qualquer classificação”.

Mas como admite o lisboeta, “as corridas são mesmo assim. Mais do que a ausência de um resultado, lamento não ter tido a oportunidade de rodar mais voltas. Depois da reparação, fui eu que tive a responsabilidade de regressar à pista, mas só durante cerca de 20 minutos”. Nessa fase, Miguel Faísca chegou a ser um dos pilotos mais rápidos, contudo, o jovem confessa que “podia ter feito tempos inferiores, pois senti algumas dificuldades em engrenar a caixa de velocidades, entre outros problemas. Ainda assim, acumulei mais alguns quilómetros em competição, fiquei a conhecer mais uma pista e o outro Nissan GT-R da equipa conquistou um positivo 5º lugar. E claro que, como português, estou bastante contente com a vitória alcançada pelo Álvaro Parente”.

Para Miguel Faísca, o regresso à competição está marcado para os dias 23, 24 e 25 de Maio. O circuito de Silverstone vai ser o palco da segunda prova do calendário do Blancpain Endurance Series. “É uma pista em que até podemos ser mais competitivos. Em Monza, apesar do positivo 6º tempo, na categoria Pro-Am, conquistado na qualificação, tínhamos dificuldades em acompanhar a velocidade de ponta de alguns adversários. Numa pista como a de Monza isso fazia toda a diferença, mas vamos a ver como as coisas correm dentro de pouco mais de um mês. A verdade é que estamos todos muito motivados e eu vou continuar o trabalho de preparação que tenho vindo a desenvolver. Aliás, fiquei contente que, este fim-de-semana, a nível físico, não tenha sentido quaisquer dificuldades”.

 

###

 

Sobre a Nissan na Europa 

A Nissan tem uma das presenças mais abrangentes na Europa entre todos os fabricantes de raiz não europeia, empregando mais de 14.500 pessoas distribuídas pelas operações locais de desenho, pesquisa e desenvolvimento, fabrico, logística, vendas e marketing. No ano passado, as instalações da Nissan no Reino Unido, Espanha e Rússia produziram 695 mil veículos incluindo automóveis compactos, crossovers premiados, SUV’s e veículos comerciais. A Nissan disponibiliza actualmente aos seus clientes na Europa 24 gamas de produtos diversos e inovadores e está posicionada para se tornar na marca asiática número um neste continente.

 

Sobre a Nissan em Portugal

Com 19 concessionários em todo o território nacional, a Nissan propõe uma linha completa de produtos, que inclui veículos de passageiros, crossovers, 4X4’s e pickup’s e automóveis de alta performance, para além de veículos comerciais ligeiros e pesados. Disponibiliza ainda um alargado conjunto de serviços de apoio aos seus Clientes, Parceiros e Concessionários.

A Nissan vendeu em Portugal, no seu ano fiscal de 2012 (1 de Abril de 2012 a 31 de Março de 2013), um total de 4.323 veículos ligeiros, a que corresponde uma quota de mercado recorde de 3.9%. Nesse período, a Nissan reafirmou a sua liderança no segmento Crossover em Portugal, com o Qashqai e o Juke a ocuparem as duas primeiras posições do segmento, conquistando 65% do mercado crossover.

 

Sobre a GT Academy

A GT Academy é uma colaboração entre a Nissan e a PlayStation® que usa o mundo virtual do jogo Gran Turismo® para descobrir talentos de competição automóvel no mundo real. A quinta edição do programa (a nível europeu) ficou marcada pela vitória do português Miguel Faísca, um lisboeta de 24 anos que, agora, é piloto oficial da Nissan em competições internacionais, seguindo as pisadas dos anteriores vencedores da GT Academy. Na época de 2013, Lucas Ordoñez (Espanha, vencedor em 2008) e Jann Mardenborough (Reino Unido, vencedor em 2011) competiram nas 24 Horas de Le Mans pela equipa Greaves Motorsport Zytek- Nissan LMP2. Os vencedores de 2012, Mark Schulzhitskiy (Rússia), Wolfgang Reip (Europa), Steve Doherty (EUA) e Peter Pyzera (Alemanha) estão a competir na Blancpain Endurance Series pela equipa Nissan GT Academy RJN.

Deixe uma resposta