NUNO MATOS ABANDONA BAJA PORTALEGRE QUANDO ERA 4º DA GERAL E MELHOR PORTUGUÊS EM PROVA

Nuno Matos e Filipe Serra despediram-se ingloriamente do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2013, abandonando a Baja Portalegre 500 ao km 125 do primeiro Setor Seletivo, numa altura em que ocupavam um promissor 4º lugar na classificação geral e eram a melhor dupla portuguesa em prova.
“Estávamos a andar muito bem, sem forçar em demasia, mas com um ritmo constante. Tínhamos acabado de passar em CP1 (km 117) quando o carro pura e simplesmente bloqueou… Ainda não sabemos exatamente a origem do problema, embora admita que possa estar relacionado com o motor. Enfim, é um final de época frustrante! Resta-nos agradecer o apoio que todos nos deram ao longo desta época e muito especial nestes últimos dias”, afirmou o piloto.
“É realmente muito frustrante quando não conseguimos transformar em resultados o árduo trabalho que temos dedicado a este projeto. Naturalmente que há aspetos que temos obrigatoriamente que melhorar ou corrigir, mas a verdade é que nunca deixamos de evoluir ou de procurar soluções para os problemas que foram surgindo e que são próprios da juventude deste projeto. Estamos desiludidos, é verdade… Mas estamos também convictos de que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para dignificar este projeto e os seus patrocinadores. Para o ano seguramente que voltaremos mais fortes e ainda mais determinados. Disso não tenho qualquer dúvida”, concluiu Nuno Matos.

Deixe uma resposta